Google estaria rastreando usuários de Android

Investigação americana revelou que a Google estava rastreando smartphones Android dos Estados Unidos há 11 meses.

Por | @fsbeling Android

Um artigo publicado no Quartz informa que uma investigação dos Estados Unidos revelou que a Google vem rastreando smartphones Android sem permissão dos usuários, mesmo com o GPS desligado. Através destes dados a companhia consegue saber exatamente quando um usuário está próximo a uma torre de celular, conseguindo localizar exatamente o local em que o usuário se encontra. De acordo com o conteúdo do site, o fato estaria acontecendo a aproximadamente 11 meses.

Google diz que vai encerrar a prática até o final deste mês.Google diz que vai encerrar a prática até o final deste mês.

Leia também:

A Google se manifestou afirmando que tem feito isso desde o início de 2017 nos Estados Unidos, mas informou que nenhum dos dados “foi utilizado ou então armazenado” e confirmou que estaria encerrando esta atividade até o final deste mês.

Dentro deste período em que a Google vem acompanhando os usuários de Android, a companhia teve acesso a localização exata de cada um. Segundo especialistas em segurança, mesmo que a empresa não tenha utilizando ou armazenado os dados é muito arriscada a coleta de dados sem o consentimento dos usuários.

O fato é preocupante em casos em que a pessoa não quer que saibam a sua localização, como as vítimas de abusos domésticos ou juízes, que optam por desligar os serviços de localização como precaução. Nestes casos, mesmo que os dados enviados pela Google sejam criptografados, se hackers tiverem acesso os dados, estes podem ser enviados a outras pessoas.

Mais sobre: Android smartphones Google
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo