Oficina da Net Logo

Tecnologia 3G pode ser desligada antes mesmo da 2G , diz Anatel

O desligamento da 3G, segundo o conselheiro, pode ocorrer antes porque a migração para a 4G é automática e menos problemática.

Por | @oficinadanet Anatel

Como bem sabemos, o Brasil deverá demorar um pouco mais para receber a rede 5G, justamente pela falta de uma infraestrutura adequada.

Em relação ao assunto, segundo o conselheiro da Anatel, Leonardo Euler de Morais, a tecnologia 3G poderá ser desligada antes mesmo da 2G no Brasil. Em entrevista para o site MobileTime, ele disse que isso poderá acontecer no país por algumas dificuldades de transição entre tecnologias.

Tecnologia 3G pode ser desligada antes mesmo da 2G , diz Anatel.Tecnologia 3G pode ser desligada antes mesmo da 2G , diz Anatel.

Leia também:

“Olhando para as curvas de tendência, eu não duvidaria que as redes 3G tivessem o seu sunset (desligamento) antes das redes 2G”.

O desligamento da 3G, segundo o conselheiro, pode ocorrer antes porque a migração para a 4G é automática e menos problemática, já que é mais natural. O desligamento da rede 2G pode trazer alguns problemas que precisam ser contornados.

Isso tudo porque ainda existe uma grande base de aparelhos celulares que só contam com acesso a esse tipo de rede. Assim sendo, há a necessidade de que as operadoras mantenham a rede 2G ligada.

Em relação as operadoras, a TIM disse que já está trabalhando ativamente no desligamento da rede 2G. Isso tudo porque somente 0,02% do tráfego em sua rede é proveniente desse tipo de conexão. A empresa pretende aproveitar a liberação da faixa de 700 MHz para poder ofertar o serviço de voz em 4G.

“O que estamos apostando para superar a dificuldade [de voz] é fazer o VoLTE, e cada vez que migra para 4G, o usuário possa usar [a tecnologia] 100% do tempo, sem precisar fazer a baixa para 3G ou 2G”.

A Oi, por sua vez, diz que também trabalha para acelerar o refarming da frequência de 1.800 MHz.

“A Oi tem mais capacidade do que as outras operadoras (na faixa), então para nós é importante o uso dessa frequência”, diz o diretor de tecnologia da Oi, mauro Fukuda.

MAIS SOBRE: #Anatel  #5G  #redes  #Internet
Últimas
    Comentários
    Carregar comentários