Ferramenta do Windows 10 vai mostrar quais dados seu PC envia para a Microsoft

Diagnostic Data Viewer, aplicativo que vai permitir o usuário escolher o que a Microsoft pode ver no seu computador.

Por | @nmuller99 Windows 10

Privacidade, cada vez mais ouvimos falar nela. Todos estão em busca de não dividir suas informações com ninguém. Sigilo, transparência e honestidade. Pensando nisso, a Microsoft vai lançar uma nova ferramenta chamada Diagnostic Data Viewer, ou aportuguesando Visualizador de Dados de Diagnóstico. O intuito é oferecer aos usuários a opção de escolher o que você quer e o que não quer que a empresa veja.

Até então, você pode estar meio chocado com a informação de que seus dados são enviados para a Microsoft. Bem, amigo leitor, a vida é assim desde que começou a existir internet. A Microsoft alega que ao receber as informações dos computadores, ela consegue melhorar performance e otimizar o sistema. É bem verdade que são dados de log e uso cotidiano. Nada de informações sigilosas, ou documentos são enviados.

Leia também:

Com essa ferramenta, a Microsoft tende a transparecer mais o que é “enviado sem permissão” para a empresa.

O nosso compromisso é ser totalmente transparentes no diagnóstico de dados coletados de seu dispositivo Windows, em como eles são usados e em oferecer a você um aumento no controle sobre esses dados”, explica a diretora de privacidade da Microsoft, Marisa Rogers.

Além disso, o app vai trazer um histórico de tudo que foi enviado: 

Histórico de enviosHistórico de envios

O update deve chegar junto com as novas atualizações do Windows 10, provavelmente no meio do ano, visto que a Microsoft tem um plano de atualizações grandes de 6 em 6 meses. O aplicativo precisará ser baixado através da Windows Store, não será algo padrão vindo junto com o update.

A empresa ainda destaca o que poderá ser escolhido para enviar:

  • Dados comuns, como o nome do sistema operacional, a versão o ID do dispositivo, a classe do dispositivo, seleção do nível de diagnóstico, etc.
  • Conectividade do dispositivo e configurações como as propriedades e capacidades do dispositivo, preferências e configurações, periféricos e informações de dispositivos em rede.
  • Dados da performance de produto e serviços que mostram a saúde do dispositivo, dados de performance e confiabilidade, funcionalidade de consumo de filmes no dispositivo e consultas de arquivo no dispositivo. É importante notar que essa funcionalidade não é destinada a capturar os hábitos de visualização ou de audição.
  • Dados de uso e serviço do produto que incluem detalhes sobre o uso do dispositivo, sistema operacional, aplicativos e serviços.
  • Setup de softwares e inventário como aplicativos instalados e histórico de instalações, informações de update do dispositivo

O sistema realmente se assim funcionar, tende a tornar mais transparente as informações e abre a opção de você escolher o que é enviado.

O que você achou?

SHARE
+ em Windows10+ vistos em Windows 10