WhatsApp é o principal meio usado para difundir notícias falsas

Em relação aos temas das notícias em questão, 41% dos artigos contam com conteúdos relacionados a área da saúde.

Por | @oficinadanet WhatsApp

O WhatsApp, como já sabemos, é um dos mensageiros mais usados no mundo todo, por conta disso, é alvo constante para disseminar notícias falsas. De acordo com o Relatório de Segurança Digital do dfndr lab, laboratório de cibercrime da PSafe, somente no primeiro trimestre de 2018, as Fakes News já acabaram impactando 8,8 milhões de pessoas no Brasil.

O levantamento diz ainda que 96,7% das notícias falsas que foram detectadas tiveram como principal meio de propagação o WhatsApp. Se comparado com o ano passado, os dados atuais revelam um aumento de quase 12% na propagação de informações falsas no mesmo período.

Em relação aos temas das notícias em questão, 41% dos artigos contam com conteúdos relacionados a área da saúde. A política apareceu na segunda posição com 38% e as celebridades ocupam a terceira colocação com 18%.

Leia também:

O levantamento mostra ainda que a região sudeste é que concentra a maior quantidade de pessoas que acessam tais notícias falsas (47%). O nordeste vem logo em seguida com 28%.

A dfndr lab diz que a expectativa é de que a situação piore ainda mais nos próximos meses, já que haverá Copa do Mundo e também as eleições. Ernolio Simoni, diretor do laboratório, disse que o sistema da empresa pode aumentar ainda mais o número de conteúdos bloqueados.

“(Pode haver) um crescimento de mais de 50% no número de bloqueios a acessos”.

Infelizmente, a propagação ainda é alta das chamadas Fake News, deste modo, para não acabar sendo influenciado por tais notícias, o principal meio para isso é mesmo o cuidado. Desconfie sempre de mensagens que contenham assuntos com pouca visibilidade na mídia, bem como que contem com muitos erros gramaticais, não clique em links desconhecidos e antes de repassar a informação para os outros contatos verifique sempre a veracidade da notícia.

MAIS SOBRE WhatsApp Brasil FakeNews
SHARE
+ em Whatsapp+ vistos em WhatsApp
Comentários