Processador Exynos 1000 da Samsung poderá ser até 3 vezes mais rápido que o Snapdragon 865 da Qualcomm

Exynos 1000, com GPU AMD RDNA, trará melhorias significativas no desempenho gráfico e pós processamento de imagem. Números superam Snapdragon 865 em até 3 vezes!

Processador Exynos 1000 da Samsung poderá ser até 3 vezes mais rápido que o Snapdragon 865 da Qualcomm

Todos sabemos que a gigante sul-coreana, Samsung, não fabrica somente smartphones, ela possui divisões de painéis (telas), sensores para câmeras e também processadores.

Os controversos processadores Exynos, que há meses vem sendo notícia no mercado de tecnologia devido aos entusiastas que fizeram até petição on-line para que a Samsung deixe de utilizar os mesmos em seus dispositivos topos de linha.

Contrariando todos os usuários insatisfeitos, parece que a Samsung se prepara para dar a volta por cima, trazendo ao mercado seu processador Exynos 1000, o primeiro a não mais utilizar a GPU MALI.

Finalmente poderemos ver o resultado da parceria da Samsung com a AMD. E isso provavelmente fará com que seus SoCs da linha Exynos finalmente se tornem tão populares quanto os da Qualcomm e MediaTek.

Podemos até dizer que atualmente os Exynos possam ser comparados com os processadores da Huawei, os Kirin, por um motivo simples, a Huawei também produz seus processadores e também utilizam GPUs MALI.

GPU AMD com Exynos GPU Adreno 650 da Qualcomm
Manhattan 3.1 181,8fps 123fps
Aztech (Normal) 138,25fps 53fps
Aztech (Alta) 58fps 20fps

Recentemente, o novo processador da Samsung, o Exynos 1000, vazou. Diferente de outros processadores da Samsung, esse processador usa a tecnologia RDNA GPU. A tecnologia de GPU RDNA começou a ser desenvolvida e aprimorada para dispositivos móveis em junho de 2019 e muito em breve, substituirá a GPU MALI utilizada atualmente.

Vamos aos números! Segundo a Samsung, ao utilizar a RDNA GPU, a pontuação de seu processador Exynos 1000 aumenta consideravelmente.

No Manhattan 3.1, a GPU obteve uma pontuação de 181,8fps, 32% superior à GPU Adreno 650 presente do SoC do Snapdragon 865. No Aztech normal, a GPU RDNA, entregou 85,25fps a mais do que a Adreno 650 e, no Aztech (Alta), a GPU RDNA, atingiu 58fps enquanto a Adreno 650 só marcou 20fps.

É óbvio que o SoC possui muito mais que a GPU, contudo o maior problema dos processadores Exynos quando comparados aos processadores Snapdragon é exatamente aí, no desempenho gráfico, que o processador da Samsung perde.

Diante desses números tão superiores do Exynos 1000, espera-se que os problemas de desempenho em jogos e pós processamento de imagem sejam resolvidos e entreguem um resultado até mesmo superior aos que a Qualcomm entrega atualmente.

Provavelmente o Exynos 1000 possa vir embarcado nos próximos todos de linha da Samsung em 2021, visto que a pandemia do novo coronavírus atrasou praticamente todo o mercado de tecnologia e dispositivos móveis.

A não ser que a Samsung esteja escondendo o jogo e traga o novo processador já no Galaxy Note 20 no final do ano. Parece que a Samsung mexeu com o psicológico da equipe de desenvolvimento na Coréia do Sul depois que passou a comercializar por lá a nova linha Galaxy S20 com processadores da Qualcomm. Agora é esperar pra ver.

🔥O POCO F4 É MUITO BOM 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário