Behringer irá lançar uma estação de trabalho de áudio digital (DAW) em 2021

Behringer anuncia que pretende lançar uma estação de trabalho de áudio digital (DAW) em 2021. Confira os detalhes e como será.

Digital áudio workstation (DAW ou estação de trabalho de áudio digital) em funcionamento. Fonte: forumusica
Digital áudio workstation (DAW ou estação de trabalho de áudio digital) em funcionamento. Fonte: forumusica

Quando se trabalha com música, ter uma digital áudio workstation (DAW ou estação de trabalho de áudio digital) é uma das ferramentas essenciais para se ter. É neste programa que músicos realizam gravações e editam suas faixas, adicionando efeitos e tocando instrumentos virtuais para inserir na gravação. A desenvolvedora de sintetizadores baseados em hardware, Behringer, confirmou recentemente, através da rede social Facebook, que lançará sua própria DAW e que a previsão para estreia é para o ano que vem.

A DAW desenvolvida pela Behringer será gratuita

Para a felicidade dos músicos, a empresa não pretende cobrar pelo software, como ocorre com o Logic Pro, da Apple, ou Pro Tools da Avid, sua DAW será gratuita. Existem muitos programas de DAWs no mercado, como os citados anteriormente, entretanto a maioria deles custam um bom dinheiro. Por exemplo: O Logic Pro custa US$200 e o Pro Tools, US$600. Há também opções mais baratas como o Reaper, que custa US$60, mas com a cotação do dólar atual fica um pouco difícil ainda a meu ver.

A DAW que está sendo desenvolvida pela Behringer pode atrair a atenção daqueles que já tentaram usar o Audacity para produções musicais. Entretanto, embora o freeware seja muito bom para gravar trilhas de áudio simples ou criar podcasts simples, ele simplesmente não é o ideal para produção musical. Acredita-se que a Behringer seja capaz de oferecer uma edição não destrutiva, com ampla compatibilidade de plug-ins e recursos uteis como quantização e alongamento do tempo.

Mesmo com a existência de versões "lite" de DAWs populares gratuitas (Pro Tools First e o Ableton Live Lite), geralmente não se tem todos os recursos das versões pagas, limitando, por exemplo, quantas faixas elas podem conter, quais plug-ins podem ser utilizados e quais ferramentas podem ser usufruídas. Ou seja, se a Behringer quiser competir no mercado, ela terá de oferecer uma versão bem completa.

O que você achou da novidade? Você adquiriria a DAW da Behringer? Ou prefere ficar nos softwares pagos? Comente abaixo e compartilhe conosco a sua opinião!

Fonte: Engadget

Acer Nitro 5: Não compre sem ver esse vídeo!

Comentários
Minha foto
Insira um comentário