Clearview AI, sistema de reconhecimento facial, oferece à polícia banco de 3 bilhões de imagens

Diversas agências policiais nos EUA começaram a utilizar um novo sistema de reconhecimento facial desenvolvido pela empresa Clearview AI. A empresa possui um banco de dados de mais de 3 bilhões de imagens, representando um risco a sociedade.

Fonte: PCMag
Fonte: PCMag

Diversas agências policiais nos EUA começaram a utilizar um novo sistema de reconhecimento facial desenvolvido pela empresa Clearview AI, de acordo com o The New York Times (NYT). O banco de dados utilizado pelo software, contém bilhões de imagens extraídas de diversos sites como, por exemplo, Facebook, YouTube e Venmo. Segundo o NYT, o que está companhia faz poderá "acabar com a privacidade como conhecemos".

Sistema da Clearview AI é formado em cima de um banco de dados que contém mais de 3 bilhões de imagens

A utilização de sistemas de conhecimento facial pela polícia é uma preocupação que vem crescendo cada vez mais, entretanto, a maneira como são criados os bancos de dados do Clearview AI é mais preocupante ainda. Seu sistema é formado em cima de um banco de dados que contém mais de 3 bilhões de imagens extraídas de diversos sites da internet, algo que muito provavelmente violou os termos de serviço dos sites. Os funcionários das agências policiais podem realizar o upload de fotos de qualquer pessoa de interesse com facilidade, além de conseguir os links de onde estas imagens estão hospedadas.

De acordo com o NYT, o sistema de reconhecimento de imagens já ajudou a polícia na resolução de crimes como, por exemplo, furtos, fraudes com cartões de crédito, assassinatos, exploração sexual de crianças, etc. Houve até um caso que foi resolvido rapidamente, graças ao aplicativo, onde a polícia Estadual de Indiana encerrou o caso em 20 minutos. Entretanto, o uso de algoritmos para reconhecimento facial pela polícia pode trazer riscos, podendo culpar pessoas inocentes.

Há a possibilidade de utilizar o sistema do Clearview AI tanto para o bem quanto para o mal. Existe o risco de policiais utilizarem imagens falsas para prender pessoas de forma ilegal. Não se sabe o quão seguro é o software, e de acordo com o NYT, já há mais de 600 postos policiais nos EUA registrados até o momento. O site de notícias ainda cita um especialista que diz que o sistema envolve muito dinheiro, e o ideal é bani-lo antes que o abuso fique generalizado.

Qual a sua opinião sobre o uso de um sistema deste porte pela polícia e outras empresas governamentais? Comente abaixo e compartilhe conosco a sua opinião!

Fonte: NYTimes, The Verge

Como aumentar a memória RAM no seu celular 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário