Empresa cria chip para eliminar botões físicos dos smartphones

Os futuros smartphones podem chegar ao mercado sem nenhum botão físico. A demonstração dessa tecnologia acontecerá na CES 2020.

Por Tecnologia Pular para comentários
Empresa cria chip para eliminar botões físicos dos smartphones

A empresa UltraSense Systems criou um novo chip que promete eliminar todos os botões físicos dos smartphones. Esse componente é capaz de analisar as ondas sonoras que estão ao redor do dispositivo, fazendo com que seja possível descobrir quais movimentos os usuários estão fazendo com as mãos.

Como realmente funciona?

O chip, que foi chamado de TouchPoint, gera ondas sonoras que não podem ser ouvidas pelos humanos, e logo em seguida consegue identificar os movimentos realizados pelos dedos, mesmo quando o usuário estiver com luvas. Além disso, a fabricante também afirma que o chip pode distinguir os dedos de outros objetos, então problemas de falhas no reconhecimento não devem acontecer.

A proposta da UltraSense Systems é colocar diversas unidades desse chip na carcaça do aparelho, fazendo com que eles "conversem" com o sistema e alertem sobre as movimentações dos dedos. Dessa forma, os smartphones não precisariam de botões físicos.

Se a ideia for implementada na indústria, é bastante provável que veremos aparelhos com outros tipos de design, bem como mais modelos com resistência à água. Curiosamente, os sensores criados pela UltraSense Systems não são caros, dado que eles custam praticamente o mesmo valor dos botões físicos comuns, algo que certamente facilita para que essa inovação chegue ao mercado mais rapidamente.

Uma tecnologia abrangente

Vale lembrar que o chip também pode ser usado em outros setores, pois ele é compatível com muitos materiais, como madeira, couro, metal, plástico e vidro, por exemplo. Portanto, os sensores podem ser colocados em eletrodomésticos, carros, videogames e diversos outros produtos.

O funcionamento do chip será demonstrado durante a CES 2020, que acontece em janeiro do próximo ano. Por fim, a empresa acredita que os primeiros smartphones com essa tecnologia serão lançados até 2021.

Recomendamos ler:

Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Comentários:
Carregar comentários