Ford fabrica faróis com resíduos de café do McDonalds

Mais uma vez a Ford tenta implementar tecnologias que envolvem o dia a dia das pessoas. Desta vez, através de uma parceria com o McDonald's, a empresa está transformando s resíduos do processamento do café em peças para carros. Confira!

Por Tecnologia Pular para comentários
Fonte: Ford Media Center
Fonte: Ford Media Center

Mais uma vez a desenvolvedora de automóveis, Ford, tenta implementar tecnologias que envolvem o dia a dia das pessoas. Desta vez a empresa, através de uma parceria com o restaurante fast food McDonald's, está transformando os resíduos do processamento do café em peças para carros.

Em breve a Ford passará a utilizar a Coffe Chaff, casca verde seca do café que sai do grão durante o processo de torrefação, na estrutura plástica do farol em alguns carros. Para obter a peça, a palha de cascas é aquecida a altas temperaturas com baixo nível de oxigênio, fazendo com que o plástico, juntamente com outros aditivos, se junte ao material proveniente do fruto. O composto formado consegue atender às exigências de qualidade para peças como carcaças de faróis e outras peças internas e externas do capô.

Coffe Chaff, casca verde seca do café, a esquerda, e a direita a casca sem processamento. Fonte: Ford Media Center
Coffe Chaff, casca verde seca do café, a esquerda, e a direita a casca sem processamento. Fonte: Ford Media Center

A combinação das cascas do café com o plástico resulta em pelas 20% mais leves, além de necessitar de um gasto energético 25% menor durante a realização de moldagem das peças. Já faz alguns anos que a Ford havia decidido trabalhar com a Coffe Chaff, mas já vinha experimentando a utilização outros materiais orgânicos em sua produção como, por exemplo, resíduos de trigo, coco, tomate, etc. A fabricante de automóveis utiliza uma espuma a base de soja desde o ano de 2011.

Forno onde a palha de cascas é aquecida a altas temperaturas juntamente com plstico e aditivos. Fonte: Ford Media Center
Forno onde a palha de cascas é aquecida a altas temperaturas juntamente com plástico e aditivos. Fonte: Ford Media Center

Veja abaixo as iniciativas voltadas para a sustentabilidade realizadas pela Ford:

  • 2007: Espuma à base de soja para assentos e forros
  • 2008: Garrafas plásticas recicladas para tapetes e camisetas feitas de borracha de roda e tecido
  • 2009: Palha de trigo para caixas de armazenamento e porta-copos
  • 2010: algodão reciclado pós-consumo para acústica do som nas portas e no porta-malas
  • 2011: Pneus reciclados para vedações e juntas. Dentes de leão para tapetes, suportes para copos e peças de acabamento internas
  • 2012: Moeda dos EUA reciclada/triturada para pequenos caixotes e porta-moedas. Utilização da planta kenaf (Hibiscus cannabinus) no porta-almofadas
  • 2013: Cascas de arroz para cabos elétricos
  • 2014: Cascas de tomate para suportes de fiação e caixas de armazenamento
  • 2015: Fibra de celulose para aplicações de peças sob o capô
  • 2016: fibra de planta Agave para porta-copos e caixas de armazenamento
  • 2017: CO2 capturado para converter em espumas e preenchimentos
  • 2018: Bambu para peças compostas de plástico para interior e interior

A Ford e o McDonald's têm intenções de continuar a explorar diversas maneiras de utilizar os resíduos sólidos (lixo) como recursos para as suas produções. Não somente isso, claro, pois ambas as empresas têm como objetivo serem cada vez mais sustentáveis.

Farol feito com a adição da Coffe Chaff (casca verde seca do café que sai do grão durante o processo de torrefação). Fonte: Ford Media Center
Farol feito com a adição da Coffe Chaff (casca verde seca do café que sai do grão durante o processo de torrefação). Fonte: Ford Media Center

O que achou da iniciativa da Ford em parceria com o McDonald's? Comente abaixo e compartilhe conosco a sua opinião!

Fonte: CNN, Ford Media Center

Recomendamos ler:

Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Comentários:
Carregar comentários