Facebook desenvolve aplicativo de reconhecimento facial usado apenas por funcionários

Hoje, todo mundo sabe quantos escândalos de privacidade o Facebook enfrentou no passado. Além disso, o famoso problema de reconhecimento facial ainda assombra o Facebook.

Facebook desenvolve aplicativo de reconhecimento facial usado apenas por funcionários

Não contente com tantos problemas ligados à vazamentos de informação de usuários, parece que nem o processo de US$34 bilhões devido aos dados mal utilizados pelo aplicativo de reconhecimento facial no Illinois fez com que o Facebook freasse o desenvolvimento de mais uma ferramenta ligada a segurança.

O Facebook sempre está em busca de novos aplicativos e, recentemente, descobriu-se que a empresa estava testando um aplicativo de reconhecimento facial entre seus funcionários, que permite identificar seus amigos e familiares que possuem a tecnologia de reconhecimento facial.

De acordo com Business Insider, o aplicativo foi criado em algum lugar entre 2015 e 2016; no entanto, ele é testado apenas por funcionários. O Facebook também argumentou que a introdução de aplicativos de reconhecimento facial, devido a violações de privacidade, não fazem nada além de aumentar a ansiedade das pessoas devido a já conhecida preocupações com a privacidade.

Imagine o Facebook identificando você, seus amigos e familiares por reconhecimento facial...
Imagine o Facebook identificando você, seus amigos e familiares por reconhecimento facial...

O porta-voz do Facebook disse à CNet que desenvolvedores do Facebook constroem novos aplicativos todos os dias para uso interno e o mesmo acontece com o aplicativo de reconhecimento facial. Ele nunca foi divulgado publicamente e só consegue detectar os amigos e as famílias dos funcionários.

O Facebook foi muito criticado por seu aplicativo de reconhecimento facial no passado. Além disso, houve alguns relatos em outubro sobre a Equipe de Inteligência Artificial do Facebook que criou "um método para identificação de rosto que permite a modificação totalmente automática de vídeo em altas taxas de quadros".

Há também esse "sistema de desidentificação" que funciona em vídeos ao vivo e com a ajuda do aprendizado de máquina que pode alterar os recursos do assunto. A tecnologia de substituição de rosto pode ser muito mal utilizada, levando a criação de vários vídeos fraudulentos.

Uma coisa é certa, sabemos que a tecnologia de reconhecimento facial existe e o pior é que também sabemos que a mesma tecnologia pode ser utilizada para criar capturas falsas porém realistas. Então definitivamente é um problema sério ver o Facebook desenvolvendo e testando aplicativos que já causam muitas críticas e essas notícias podem novamente colocar o Facebook em maus lençóis.

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021

Conteúdo relacionado

FIFA 22 Review: Quando o realismo entra em campo
Games

FIFA 22 Review: Quando o realismo entra em campo

a HyperMotion Technology permite que o jogo entregue bastante realismo, com grande destaque para o posicionamento dos atletas! Confira o que achamos do jogo.

Razer anuncia Projeto Hazel, a sua máscara facial inteligente
Tecnologia

Razer anuncia Projeto Hazel, a sua máscara facial inteligente

A máscara criada pela Razer que oferece uma série de recursos interessantes, incluindo a possibilidade de exibir suas expressões enquanto a utiliza.

[Inteligência Artificial] Os avanços na deep learning estão aumentando a visão computacional
Tecnologia

[Inteligência Artificial] Os avanços na deep learning estão aumentando a visão computacional

Saiba os avanços que ocorreram nos últimos anos dentro da inteligência artificial (IA) e em que eles podem mudar o seu dia a dia.