Lenovo lidera o mercado global de PCs com 25% de participação de mercado

De acordo com relatórios preliminares divulgados pelo Gartner na quinta-feira, após dois trimestres de queda no mercado de PCs, os embarques globais aumentaram 1,5% no segundo trimestre de 2019.

Por | @bgssilva Tecnologia Pular para comentários

Gartner diz que remessas mundiais de PCs cresceram 1,5% no segundo trimestre de 2019. A substituição de versões anteriores do Windows para o Windows 10 impulsionaram fortemente a demanda de PCs no mercado de negócios.

Após dois trimestres em queda, o mercado mundial de PCs cresceu 1,5% no segundo
trimestre de 2019, de acordo com resultados preliminares da Gartner Inc. totalizaram 63 milhões de unidades no segundo trimestre de 2019, acima dos 62 milhões de
unidades no segundo trimestre de 2018.

"O crescimento mundial das vendas de PCs foi impulsionado pela demanda do Windows 10, a atualização no mercado de negócios no segundo trimestre de 2019 para PCs de mesa tornou o crescimento crescente, o que compensou um declínio de remessas no mesmo período para os notebooks", disse Mikako Kitagawa, analista principal do Gartner.

“Além disso, há sinais de que a falta de processadores da Intel está diminuindo, criando um impacto positivo no mercado nos últimos 18 meses. A escassez das CPUs Intel vinham impactando principalmente os pequenos e médios fornecedores, à medida que grandes fornecedores aproveitavam para continuar crescendo, tirando a fatia de mercado dos fornecedores menores que lutavam para garantir parte dos estoques de CPUs."

Com a disputa comercial em curso e, potencial imposição tarifária, adicionou incertezas quanto às perspectivas a curto prazo para a demanda de PCs.

"Enquanto a guerra comercial EUA-China não impactou o mercado de PCs no segundo trimestre de 2019, a próxima fase de tarifas poderia ter um impacto significativo. A maioria dos notebooks e tablets são atualmente fabricados na China e as vendas desses dispositivos realizadas nos EUA, poderiam enfrentar aumentos de preços significativos se as coisas não se resolvessem logo", disse a Sra. Kitagawa.

LenovoLenovo

Os três principais fornecedores - Lenovo, HP Inc. e Dell - representaram 64,1% das remessas globais de PCs no segundo trimestre de 2019, comparado com 60,7% das remessas no segundo trimestre de 2018.

Esses três principais fornecedores continuam ganhando ainda mais participação no mercado de PCs aproveitando as economias de escala.

Company 2Q19 2Q19 Market 2Q18 2Q18 Market 2Q19-2Q18
  Shipments Share (%) Shipments Share (%) Growth (%)
Lenovo 15,774 25.0 13,608 21.9 15.9
HP Inc. 13,992 22.2 13,636 22.0 2.6
Dell 10,654 16.9 10,435 16.8 2.1
Apple 3,711 5.9 3,72 6.0  -0.2
Acer Group 3,395 5.4 3,968 6.4  -14.4
ASUS 3,1 4.9 3,442 5.5  -9.9
Others 12,347 19.6 13,231 21.3  -6.7
Total 62,974 100.0 62,04 100.0 1.5

Notas: Os dados incluem Desktops, notebooks e ultramóveis (como o Microsoft Surface), mas não incluem Chromebooks ou iPads. Todos os dados são estimado com base em um estudo preliminar. As estimativas finais estarão sujeitas a mudança. As estatísticas são baseadas em remessas vendidas em canais. Números pode não totalizar os totais mostrados devido ao arredondamento. Fonte: Gartner (julho de 2019)

A Lenovo manteve o primeiro lugar no segundo trimestre de 2019 com o mais rápido
crescimento de ano a ano e o maior ganho de participação entre os principais fornecedores.

No entanto, é possível que suas remessas refletem alguma antecipação de
potenciais tarifas. A Lenovo registrou crescimento de dois dígitos em todas as principais
regiões, exceto a América Latina, onde o mercado geral de PCs diminuiu de maneira geral.

Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal