Polo tecnológico chinês diz construir 7 mil estações 5G ainda em 2019

A cidade de Shenzhen foi a primeira a testar a tecnologia 5G na China. O rápido avanço da rede pela cidade preocupa autoridades de outros países, uma vez que a China pode obter vantagens ao se manter como economia mais produtiva e avançada do planeta.

Por | @andressaisfer Tecnologia Pular para comentários

Autoridades do polo tecnológico chinês Shenzhen informaram no último sábado (04) que pretendem construir 7 mil estações 5G na cidade ao longo de 2019. A iniciativa se deu com o intuito de atender a demanda pública.

O Departamento de Indústria e Tecnologia da Informação da cidade alegou também que planeja lançar o 5G para uso comercial até 2020.

Empresas chinesas de tecnologia como a Huawei já lançaram chips 5G no primeiro semestre de 2019. A expectativa é que outras companhias sigam os mesmos passos, o que significa que cada vez mais tablets e smartphones com suporte para a nova rede podem ser esperados.

O polo tecnológico Shenzhen garante que construirá 7 mil estações 5G ainda em 2019O polo tecnológico Shenzhen garante que construirá 7 mil estações 5G ainda em 2019

O vice-diretor do Departamento de Indústria e Tecnologia da Informação, Xu Zhibin, ainda alegou que “Shenzhen está liderando o mundo em pesquisa e desenvolvimento 5G”, e que a cidade está promovendo integração do 5G com outras tecnologias e produtos. 

Um estudo publicado pela universidade de Tsinghua estima que, em seis anos, todos os chineses terão acesso a redes 5G, o que significa que 1 bilhão de pessoas farão o uso destas redes apenas na China. Caso o número se confirme, o país conterá entre 40% e 50% das conexões 5G mundiais, o que fará com que a China tenha vantagens ao se manter como a economia mais produtiva e avançada do planeta.

Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal