Samsung registra patente para um dispositivo com exibição em 3D

A Samsung recebeu uma patente do USPTO para um dispositivo de exibição em 3D. A patente se refere a um "dispositivo de exibição tridimensional e método de interface de usuário para o mesmo".

Por | @fsbeling Tecnologia Pular para comentários

Na CES 2010, grande atenção foi dada aos televisores 3D. A Samsung foi a primeira em meados de março de 2010, quando a TV LCD C7700 foi a primeira TV 3D a chegar ao mercado. No entanto, as TVs em 3D não duraram muito tempo, isso porque os consumidores enxergaram de cara a sua desvantagem, ou seja, a necessidade de usar um óculos para experimentar o conteúdo em 3D. Porém, agora, ao que tudo indica, isso deve chegar ao fim no futuro, com a Samsung dando o primeiro passo.

Na última terça-feira (15) a Samsung registrou uma patente no USPTO (Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos) para um dispositivo com exibição em 3D. A patente se refere a um "dispositivo de exibição tridimensional e método de interface de usuário para o mesmo" descreve um dispositivo de exibição 3D que é capaz de exibir objetos virtuais em 3D.

Patente registrada pela Samsung para dispositivo com exibição em 3D.Patente registrada pela Samsung para dispositivo com exibição em 3D.

Trata-se de uma televisão 3D ou um monitor 3D que pode se conectar a um smartphone ou tablet.  O dispositivo de exibição tridimensional pode mostrar diferentes tipos de conteúdo, como vídeos ou fotos 2D / 3D.


Graças ao uso de uma câmera, o dispositivo também pode criar conteúdo 3D, por exemplo, objetos. A câmera pode reconhecer diferentes tipos de objetos, de modo que a interface do usuário seja ajustada automaticamente de acordo e informações relevantes possam ser exibidas, como onde o produto está à venda. A câmera também pode reconhecer formas e cores de objetos. Esta informação pode então ser usada para outros tipos de conteúdo.

Em contraste com os monitores 3D existentes, a patente da Samsung fala de uma interface de usuário 3D, em vez de 2D. Isso possibilita uma operação muito melhor e precisa. O uso é feito de um sensor de detecção (como um sensor IR ou um sensor de ultrassom) que pode detectar quando o contato é feito com o objeto virtual no ambiente 3D. 

Para o funcionamento do dispositivo de visualização 3D, são mencionadas várias possibilidades, pense na operação de toque, mas também na operação através de uma caneta de toque. 

O dispositivo pode encaminhar e receber informações diretamente através do seu smartphone. Por exemplo, quando você faz uma videochamada no smartphone, poderá mostrar a pessoa com quem está falando no visor 3D da Samsung. Se você compartilhar um arquivo de música com alguém, por exemplo, ele pode ser exibido diretamente na tela e reproduzido.

A propósito, tanto um método estereoscópico quanto um método de holograma podem ser usados. Na estereoscopia, são usadas duas fotografias que juntas formam uma imagem 3D. A holografia não envolve duas gravações separadas. Aqui, uma imagem plana é apresentada de diferentes ângulos. A imagem não existe realmente, mas usando a luz de uma certa maneira, parece uma imagem 3D. 

Contudo, isso não significa que a Samsung apresentará este dispositivo ao mercado. No entanto, é certo que a Samsung ainda está explorando novas possibilidades de exibição de conteúdo 3D.

 Fonte: LetsGoDigital

Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal