Oficina da Net Logo

China deve ser líder no setor de pesquisas em IA, afirma ex-diretor do Google

A China, segundo o investidor, representa na atualidade o maior mercado para inteligência artificial.

Por | @oficinadanet Tecnologia Pular para comentários

A inteligência artificial é um assunto que está na pauta das grandes empresas, tudo isso porque a tendência do mundial é estarmos mais conectados. Os Estados Unidos sempre estiverem associados às pesquisas relacionadas ao setor, porém, uma nova tendência pode estar por vir.

Conforme o ex-diretor da Google China,  Kai-Fu Lee, a China tem apresentado cada vez mais protagonismo em pesquisas de IA, podendo ultrapassar em pesquisas de IA o seu concorrente ocidental muito em breve.

China deve ser líder no setor de pesquisas em IA, afirma ex-diretor do Google.China deve ser líder no setor de pesquisas em IA, afirma ex-diretor do Google.

“As pessoas assumem que os EUA dominam a inteligência artificial unicamente porque são fortes nessa linha de pesquisas”, disse Lee, que é também fundador do fundo binacional (EUA e China) de investimentos em capital de risco Sinovation. “Na verdade, a China tem ganhado terreno rapidamente”, acrescentou ele em evento conduzido pelo site TechCrunch. Leia em destaque: Como usar a tecnologia para diminuir a ansiedade?.

A China, segundo o investidor, representa na atualidade o maior mercado para inteligência artificial, mantendo ainda a maior base de dados para análise e desenvolvimento de novas soluções. “A maior parte das companhias de maior relevância atual nessas linhas são chinesas.”

O executivo diz ainda que as inovações relacionadas à IA tem experimentado um “crescimento mágico” na China nos últimos anos. “Vindo de uma posição bem atrás, a China hoje, na verdade, está à frente dos EUA em implementações de projetos baseados em inteligência artificial.”

“Thomas Edison [com a eletricidade], e também vários outros investidores em aprendizagem profunda que eram americanos – todos eles inventaram essas coisas e então compartilharam generosamente”, disse Lee.

Fonte: TechCrunch

Comentários
Carregar comentários