IBM e Unity se juntam para levar a inteligência do Watson para dispositivos RV e RA

Parceria já está disponível e promete avanços significativos nos games e demais aplicações de inteligência artificial

Por | @Evilmaax Tecnologia

A IBM e a Unity anunciaram nesta semana uma parceria que irá levar a inteligência do Watson (um dos supercomputadores mais famosos e potentes do mundo) para o motor de jogos mais popular do mundo, o Unity. Além disso a engine virá com recursos integrados de realidade virtual e realidade aumentada.

O ambiente de desenvolvimento do IBM Watson Unity já está disponível gratuitamente na loja Unity Asset e oferece aos desenvolvedores acesso ao conjunto de funções de inteligência artificial do Watson. Isso significa que milhões de desenvolvedores já devem estar, neste momento, integrando os novos recursos em seus jogos com muito mais facilidade. Apenas para dar alguns exemplo, jogos populares como Star Trek Bridge Crew e Pokemon Go foram desenvolvidos em Unity.

Atualmente não são muitos games que fazem sucesso nesta área, principalmente pelos altos custos de desenvolver para RA e RV. Mas a parceria quer fazer diferente, justamente neste ponto. Com as novas tecnologias prestes a entrar neste mercado da "realidade mista", como o Hololens da Microsoft (que também possui o software quase que exclusivamente desenvolvido em Unity) ou os óculos Magic Leap que não precisam de um console ou computador conectado para jogar, a expectativa do mercado para tal tipo de games é alta.

Tá certo que a promessa dos jogos de realidade virtual não é nova e eles já estão tentando emplacar há algum tempo, porém ainda sem o sucesso desejado entre os gamers. Segundo Michael Ludden, Diretor de Produto doa IBM Watson Developers Labs e AR/VR Labs, à TNW:

2016 foi um ano muito bem-sucedido para a realidade virtual. Os primeiros fones de ouvido reais RV/RA do mundo chegaram ao mercado. Eu acho que o problema era que os investidores ficaram muito entusiasmados com as possibilidades, colocaram um monte de dinheiro e, após o desenvolvimento, ficaram tipo "onde estão os meus bilhões?"
Game produzido com UnityGame produzido com Unity

As possibilidades que o Watson pode trazer aos games é difícil de enumerar tamanha variedade de atividades que ele tem no currículo. O software de inteligência artificial da IBM já fez de tudo: desde demonstrações no Grammy até seus próprios filmes e presença como competidor em programas de pergunta e respostas na Tv americana.

Ludden aponta casos que vão além até mesmo dos games. Por exemplo: um cirurgião poderá ficar totalmente imerso enquanto pratica em um simulador de cirurgia, tudo através dos comandos de voz. Nos moldes do que há hoje o mercado é preciso acessar popups e menus e interromper o fluxo do que estiver fazendo para pegar um instrumento durante um exercício.

Com o Watson o mesmo simulador de cirurgia pareceria muito mais com o mundo real. O usuário poderia simplesmente dizer "Me passe uma seringa" e o mecanismo do jogo processaria o comando usando suas capacidades de reconhecimento e processamento de fala do software.

O reconhecimento de voz de Watson, o recurso de falar e ele transformar em texto e os recursos de reconhecimento de imagens prometem uma melhoria promissora no futuro, seja nos jogos criados com Unity ou o que mais puder ser inventado em relação às realidades virtual e aumentada.

DEIXE SEU COMENTÁRIOComente aqui
Assine a nossa newsletter

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Comentários