No mês passado, a Xiaomi anunciou dois novos smartphones: Redmi 10X 5G e 10X Pro 5G. Ambos trazem o novo processador MediaTek Dimensity 820, grande bateria e câmera de 48MP. Essas e outras características, aliado ao preço atrativo, fizeram o primeiro modelo vender 50 mil unidades em apenas 5 minutos.

A informação foi compartilhada pela própria Xiaomi em sua conta do Weibo. De acordo com a empresa, a versão mais barata com 6GB + 64GB "sumiu" das prateleiras rapidamente, tendo seu estoque esgotado no site oficial e até mesmo na varejista JD. Por outro lado, as opções mais caras com 6GB + 128GB e 8GB + 128GB ainda estão disponíveis.

Pôster da Xiaomi anunciando o sucesso imediato do Redmi 10X 5G

Graças a esse sucesso imediato, a Xiaomi também registrou um lucro de US$ 14 milhões, algo em torno de R$ 74.480.000 em conversão direta.

Lembrando que a versão Pro terá suas vendas iniciadas em breve, mais precisamente no próximo sábado (26). Portanto, espera-se que números semelhantes sejam registrados, principalmente se levarmos em consideração que esse modelo entrega algumas melhorias.

Até o momento, o Redmi 10X 5G é exclusivo da China, então teremos que aguardar para sabermos se a Xiaomi pretende vendê-lo em outros mercados.

Especificações do Redmi 10X 5G:

Este aparelho possui uma tela AMOLED de 6,57" com resolução de 2400 x 1080 pixels, HDR10+, aspecto 20:9 e vidro com proteção Gorilla Glass 5.

Por dentro, temos o processador MediaTek Dimensity 820, aliado a 6GB ou 8GB de RAM e 64GB, 128GB ou 256GB de armazenamento interno UFS 2.1.

No departamento de câmeras, há três sensores na traseira, sendo o principal de 48MP, o secundário grande angular de 8MP e o terciário de profundidade de 2MP. O pequeno entalhe em forma de gota abriga uma câmera dedicada à selfies de 16MP.

Para manter o Redmi 10X 5G ligado, a Xiaomi inseriu uma bateria de 4.520 mAh com carregamento rápido de 22,5W. Em software, a MIUI 11 baseada no Android 10 vem instalada de fábrica.