Xiaomi Mi 10 pode trazer bateria de 4.800 mAh

O Mi 10 pode ser lançado com bateria de alta capacidade, que aliada a tecnologia de carregamento rápido de 66W, certamente deve agradar os futuros proprietários.

Por Smartphones Pular para comentários
Xiaomi Mi 10 pode trazer bateria de 4.800 mAh

Sabemos que a Xiaomi estar desenvolvendo o sucessor do Mi 9, que naturalmente será chamado de Mi 10. Alegadamente, este aparelho passou pelo AnTuTu e registrou uma pontuação impressionante, certamente devido ao processador Snapdragon 865. Recentemente, também foi dito que ele terá uma tecnologia de carregamento rápido de 66W.

Agora, um leaker renomado publicou em sua conta do Weibo informações à respeito da bateria do Mi 10. O próximo topo de linha da Xiaomi deve trazer uma célula de energia de 4.500 a 4.800 mAh. Infelizmente, não há números específicos, mas o vazamento aponta que a capacidade real pode variar 100 mAh, para mais ou para menos.

Mi 10 pode trazer grande bateria

Ainda não podemos confirmar que essa informação é autêntica, mas se ela for, podemos esperar que o Mi 10 entregará uma boa autonomia no uso diário. Além disso, mesmo que a bateria seja de "apenas" 4.500 mAh, por exemplo, a mesma poderá ser recarregada rapidamente devido a tecnologia de 66W, que deve ser implementada no aparelho. Essa potência garante que a bateria saia de 0% a 100% em 35 minutos. Atualmente, o Oppo Reno Ace é o dispositivo com carregamento rápido mais competente do mercado, somando 65W.

Lembrando que o suposto design do Mi 10 foi vazado recentemente. Ele pode trazer câmeras traseiras quádruplas e tela com aproveitamento de quase 100%. As renderizações não mostraram nenhuma câmera frontal, sugerindo que a fabricante chinesa inseriu o sensor por baixo da tela.

Evidentemente, nada disso foi confirmado pela Xiaomi, então vamos aguardar outras informações que corroborem (ou não) com tudo isso.

Via

Recomendamos ler:

Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Comentários:
Carregar comentários