Os iPhone 11 demonstram maior eficiência energética que concorrentes Android

Os concorrentes são principalmente os top de linha Mate 30 e Galaxy Note 10+, ambos com capacidades de bateria superiores aos smartphones da Apple.

Por Smartphones Pular para comentários
Os iPhone 11 demonstram maior eficiência energética que concorrentes Android

As baterias dos novos iPhone 11 agora foram colocadas em teste frente a outros concorrentes de peso. O resultado foi favorável à Apple, o iPhone 11 Pro Max arrasou o Note10+ e outros Android de topo.

A Apple não revelou a capacidade das baterias dos 3 novos iPhones, mas os testes as revelaram, assim como aconteceu com a configuração de memória RAM. Em comparação aos antecessores, não são uma enorme atualização em capacidade, mas o seu comportamento atual fica muito longe do que foi visto no ano passado.

O mais recente teste procurou comparar a nova linha da Apple, o iPhone 11 Pro Max, o iPhone 11 Pro e o iPhone 11, contra o melhor do mercado. Assim, confrontaram-se contra o Note10+ da Samsung e o Mate 30 da Huawei.

iPhones 11 e Pro - imagem reproduçãoiPhones 11 e Pro - imagem reproduçãoOs testes feitos foram iguais para os 5 equipamentos, mantendo as mesmas funcionalidades e apps similares. É importante ressaltar que as baterias dos equipamentos são diferentes, com 3969 mAh, 3190 mAh e 3046 mAh para o iPhone. Os equipamentos Android têm 4300 mAh no Galaxy Note10+ e 4500 mAh no Huawei Mate 30 Pro.

Nos testes, se provou o domínio do iPhone 11 Pro Max e do Mate 30 Pro. O iPhone 11 foi o primeiro a ficar sem bateria, ao fim de 5 horas e 2 minutos. O segundo foi surpreendentemente o Samsung Galaxy Note10+, que resistiu 6 horas e 31 minutos.

Um pouco mais longe encontramos o iPhone 11 Pro, que resistiu 6 horas e 42 minutos, mesmo com uma pequena diferença de capacidade em comparação ao iPhone 11 básico. O caso do Samsung Galaxy Note10+ é também interessante, por ter uma bateria bem maior que as 3 versões da Apple.

A grande diferença veio dos 2 últimos concorrentes. O Mate 30 Pro manteve-se ligeiramente destacado no topo durante parte do teste, mas acabou por perder. Foi o iPhone 11 Pro Max que acabo por levar a melhor no fim do teste. O Mate 30 da Huawei teve uma duração total de 8 horas e 13 minutos. O grande vencedor foi mesmo o telefone de topo da Apple, com 8 horas e 32 minutos. São apenas 19 minutos de diferença, mas que neste caso representam muito.

O tamanho das 2 baterias é substancialmente diferente, um pouco mais de 500 mAh. Assim, se prova duas coisas, que a Apple conseguiu uma eficiência energética fenomenal pelo tamanho das baterias, enquanto o Android ainda peca bastante nesse quesito.

Confira aqui o teste completo:

Compartilhe com seus amigos:
Bruno Ignacio de Lima
Bruno Ignacio de Lima Jornalista, gamer e geek. Louco por tecnologia. Redator de smartphones e novidades tecnológicas aqui no Oficina da Net
Quer conversar com o(a) Bruno, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias