Um suposto iPhone 11 Pro apareceu no Geekbench, sob a configuração de 4GB de memória RAM, com o chip A13 Bionic hexacore da Apple e iOS 13. O mais interessante é o montante de memória RAM, apenas 4GB, colocando o aparelho top de linha da Apple no mesmo nível do iPhone XS e muito atrás dos concorrentes Android.

Já que o Geekbench é uma plataforma de benchmarking, a configuração de RAM não apareceu como problema ao olhos da plataforma. O aparelho marcou 5,472 em single-core e 13,769 em multi-core, o que o coloca com cabeça e ombros acima de qualquer smartphone em pontuação.

Em contrapartida, o leaker Ben Geskin (@BenGeskin) também publicou as supostas especificações de RAM e bateria das 3 versões do iPhone 11, porém, sem citar qualquer fonte. Segundo ele seriam as seguintes:

11 Pro

Nos reviews mais recentes do ASUS ROG Phone II (que inclusive está no topo do ranking Antutu de dispositivos Android mais potentes), coloca-se o chip processador Snapdragon 885 Plus contra o chip Exynos 9825 da Samsung e eles sequer chegam perto da pontuação postada a respeito do A13 Bionic da Apple.

Entretanto, performance da CPU é uma coisa, mas memória RAM é outra coisa. Como testes recentes apontam, ter mais RAM no dispositivo significa essencialmente aguentar mais aplicativos por mais tempo. Nesse caso, o Galaxy Note10+ com 12 GB de RAM não recarregou um único app, enquanto o iPhone XS Mas precisou fechar aplicações pelos seus singelos 4GB de RAM, lembrando também que mais aplicações abertas simultaneamente implicam em maior consumo de bateria.