Oficina da Net Logo

EUA: Senadores colhem assinaturas para liquidar com ZTE do país

A grande rejeição da ZTE entre os políticos estadunidenses pode ser vista como um grande problema pela fabricante chinesa.

Por | @oficinadanet Smartphones

Na quinta-feira (12), notícias davam conta que o governo dos Estados Unidos e a ZTE assinaram um acordo que liberou a volta da empresa ao mercado de smartphones do país. A medida pode ser vista como uma vitória do presidente Donald Trump, que conseguiu com que a fabricante chinesa cedesse vários pontos para conseguir o acordo.

Agora, no entanto, enquanto Trump está ausente dos Estados Unidos, em viagem pela Europa, um grupo de senadores está reunindo no congresso dos Estados Unidos assinaturas para conseguir manter a proibição da ZTE no país. A informação em questão foi divulgada pela Bloomberg.

A ZTE nos EUA pode enfrentar uma nova barreira em breve. Isso tudo porque senadores do país estão recolhendo assinaturas para banir a empresa novamente.A ZTE nos EUA pode enfrentar uma nova barreira em breve. Isso tudo porque senadores do país estão recolhendo assinaturas para banir a empresa novamente.

Leia também:

Isso tudo está acontecendo porque a proposta instaurada pelo senador republicano Tom Cotton, do estado do Arkansas, tem como objetivo criar um modo de incluir o banimento da ZTE na lei de defesa do país. Assim sendo, se a medida conseguir maioria no parlamento, o presidente Trump não poderá vetar.

Até então, a medida está apenas na fase de coleta de apoios no senado. Porém, ao que tudo indica, até os integrantes da base parlamentar do próprio Trump estão apoiando o banimento por completo da ZTE. Isso tudo sem comentar sobre a popularidade do assunto entre outros senadores democratas que encaram a chinesa como uma grande ameaça.

Porém, ainda não é possível saber se a medida irá mesmo funcionar ou se a administração de Trump irá se intrometer para não deixar ela passar pelo senado. De qualquer forma, a grande rejeição da ZTE entre os políticos estadunidenses pode ser vista como um grande problema pela fabricante chinesa.

Agora, nos resta acompanhar os próximos passos e ver se realmente a ZTE irá conseguir voltar ao mercado nos Estados Unidos.

SHARE
+ Notícias
Assine a nossa newsletter
Comentários
Canal no Youtube!

Inscreva-se em nosso canal no Youtube!

INSCREVA-SE e ative o sininho