Oficina da Net Logo

ZTE encerra atividades por proibição comercial nos EUA

Proibições e penalidades aplicadas pelo Departamento de Comércio dos EUA levam a companhia a encerrar as suas atividades.

Por | @fsbeling Smartphones

Nesta quarta-feira (09), a ZTE, fabricante chinesa de smartphones e outros aparelhos eletrônicos comunicou que está encerrando as suas atividades. A decisão foi tomada algumas semanas após as proibições comerciais determinadas pelo governo dos Estados Unidos.

A ZTE até o momento ocupava 9,5% do mercado americano, sendo a quarta maior comerciante de smartphones nos EUA. Com a medida, a empresa optou por remover todo o conteúdo do site, assim como de toda a sua loja online.

A decisão da empresa vem em confronto com o decreto do Departamento de Comércio dos Estados Unidos que proibiu a ZTE de realizar aquisição de software, hardware e de componentes norte-americanos e a impede de exportar aparelhos para outros países. O principal motivo para tais proibições seria o fato da empresa ter fornecido produtos e serviços para países os quais o governo dos EUA considera seus inimigos, no caso, a Coreia do Norte e o Irã.

Com isso, uma multa de US$ 1,2 bilhão, ou seja, de R$ 4,3 bilhões foi aplicada a ZTE, que foi forçada a demitir quatro funcionários seniores e a aplicar restrições salariais e de bonificações a outros 35 colaboradores. O Departamento de Comércio dos Estados Unidos determinou que além de retenções de bônus, a empresa emitisse cartas de advertência aos envolvidos.

Empresa comunica o encerramento de suas atividadesEmpresa comunica o encerramento de suas atividades

O departamento também havia decretado uma proibição de sete anos para as exportações da ZTE,  a qual havia sido suspensa, mas voltou a ser determinada assim que o governo identificou que a companhia estava omitindo informações sobre o cumprimento das penalidades, com isso, a empresa recebeu novamente a proibição de exportação até março de 2025.

Leia também:

Na fábrica da ZTE em Shenzhen, na China, a produção foi interrompida, os funcionários estariam sendo convocados para treinamentos em dias alternados.

Em comunicado, a companhia informou “No momento atual, a empresa mantém caixa suficiente e adere estritamente às suas obrigações comerciais sujeitas ao cumprimento das leis e regulamentos". A ZTE estaria negociando as proibições estabelecidas pelo Departamento de Comércio dos Esatdos Unidos, mas atualmente encontra-se com as suas atividades encerradas.

TAGS: ZTE, smartphones, EUA
COMPARTILHE
Siga no instagramHistórias DigitaisComparador de SmartphonesLançamentos da Netflix
Comentários
Carregar comentários
Siga o nosso Instagram!

Estamos lá também: @oficinadanetoficial

Seguir o Instagram do Oficina da Net