Tecnologia inovadora pode desenvolver telas de smartphones inquebráveis

Tela inquebrável é o sonho de todo dono de smartphone desastrado.

Por Smartphones Pular para comentários
Tecnologia inovadora pode desenvolver telas de smartphones inquebráveis

Uma boa notícia para quem costuma deixar o smartphone cair com uma certa frequência. No futuro, as telas dos aparelhos poderão ser inquebráveis. Cientistas da Universidade de Sussex, no Reino Unido, conseguiram desenvolver telas de baixo custo e mais resistentes que as usadas atualmente. Tudo isso, com a união do grafeno e nanofios de prata.

As telas atuais usam uma película transparente altamente condutora utilizando óxido de índio-estanho, que mesmo com suas qualidades positivas ao serem usadas em telas sensíveis ao toque, são ainda bem frágeis. O índio, para completar, é um mineral raro e caro.

Tecnologia inovadora pode desenvolver telas de smartphones inquebráveis.Tecnologia inovadora pode desenvolver telas de smartphones inquebráveis.

A prata é uma alternativa ao uso do índio, que é considerado o elemento mais condutor do planeta. Ao ser combinada com o grafeno, a prata cria uma película muito mais eficiente do que as atuais, além de ser mais barata.

O preço mais baixo acontece em razão do grafeno, um cristal bidimensional criado a partir do grafite natural, que é um elemento em abundância na natureza. A película contém muito grafeno e poucos nanofios de prata. O grafeno, por aumentar as propriedades condutoras de outros elementos, consegue criar dispositivos mais responsivos e que usam menos energia.

O estudo ainda está no estágio inicial e ainda não há uma data de quando a tecnologia será usada em smartphones, e se realmente ela será empregada nos aparelhos. Porém, a expectativa é de que no futuro as telas sejam bem mais resistentes que as atuais.

Mais sobre: smartphones, tela, quebrar
Compartilhe com seus amigos:
Rafaela Pozzebom
Rafaela Pozzebom Graduada em Letras pela UFSM e especialista em Tecnologias da Informação e da Comunicação aplicadas à educação
FACEBOOK //
Quer conversar com o(a) Rafaela, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias