A piada do dia: Facebook diz tratar a privacidade dos usuários como a Apple

A Apple não costuma aparecer na CES, foi assim durante 28 anos, agora em 2020, voltou ao cenário falando sobre IoT e privacidade.

Por Segurança digital Pular para comentários
A piada do dia: Facebook diz tratar a privacidade dos usuários como a Apple

Calma! Não temos novos iPhones, isso foi em 2019. A Apple foi a Las Vegas especialmente e, acima de tudo, para falar sobre segurança e privacidade, em uma conferência aberta realizada no evento, estrelada por Jane Horvath, responsável pela privacidade e segurança na empresa.

Além do setor de residências inteligentes com a exibição de produtos fabricados por terceiros. A gigante de Cupertino está definitivamente aproveitando sua presença na CES 2020 para o bom e velho networking, encontrar parceiros e fornecedores.

Voltando ao debate sobre privacidade, participaram entre outros, Erin Egan, do Facebook e Rebecca Slaughter, da FTC.

A Federal Trade Commission reiterou que "seria impossível concluir que já foi feito o suficiente" sobre o assunto "privacidade e proteção de dados do usuário". Privacidade é um tópico importante.

Debate sobre segurança e privacidade de dados teve partes sérias e também piada!
Debate sobre segurança e privacidade de dados teve partes sérias e também piada!

Cerca de 470 pessoas se aglomeraram em uma sala com capacidade para 450 pessoas, enquanto outras 100 foram para uma sala secundária assistir o debate através de vídeo.

Agora, em meio a tantos problemas nos últimos anos sobre privacidade e segurança de dados dos usuários, a piada do dia foi Erin Egan dizer que o Facebook protege os dados de seus usuários tanto quanto a Apple. Pronto, você já pode rir!

Egan lembrou ainda que o Facebook tem as mesmas práticas da Apple na proteção da privacidade de seus usuários. (pode rir mais). Claro que Egan não conseguiria escapar de comentários paralelos e talvez risadas, gostaria de estar lá pra ver e com certeza rir, talvez fazer uma pergunta sarcástica, sei lá.

Sabemos que o Facebook enfrentou problemas sérios a respeito da segurança e da privacidade dos dados de seus usuários desde o escândalo da Cambridge Analytica, arrisco dizer que isso foi apenas a ponta do iceberg.

Seus lucros primários provêm de publicidade baseada em dados do usuário, esses dados são vendidos, portanto você usa gratuitamente o Facebook e a empresa usa seus dados gratuitamente para ganhar milhões de dólares, simples assim, com a Apple isso é diferente, não dá pra comparar, ela fatura sobre à venda de seus dispositivos, que são infinitamente mais seguros que o Facebook.

"No Facebook, temos um modelo de negócios diferente do da Apple. Mas, ambos os modelos de negócios são protegidos pela privacidade", disse Egan.

"Estamos muito comprometidos em proteger a privacidade e nosso modelo de negócios de publicidade", relatou a CNet.

A privacidade se tornou uma questão central na CES, após anos de reação contra gigantes de tecnologia como Google, Amazon e Facebook sobre como elas tratam os dados pessoais de seus usuários.

As empresas ouviram a mensagem e, enquanto a conferência de tecnologia ainda se concentra em gadgets. Muitas empresas de tecnologia começaram a usar a CES para falar sobre privacidade.

A aparição de Horvath marcou a primeira vez desde 1992 que um executivo da Apple era um participante oficial da feira. No ano passado, no encontro anual de tecnologia, a Apple colocou um outdoor gigante com foco na privacidade no centro de convenções.

Parabéns Apple pelo retorno estreitando relações com parceiros e trazendo uma abordagem séria sobre temas importantes. Agora, Facebook.... não dá pra aceitar calado vocês dizendo por aí que aplicam as mesmas diretrizes que a Apple aplica quando o assunto é segurança, vocês podem até tentar, mas vem falhando miseravelmente.

Recomendamos ler:

Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Comentários:
Carregar comentários