Adeus Tizen? Samsung está trabalhando em um relógio com Wear OS do Google

Algumas fontes dizem que a Samsung pretende abandonar de vez o seu sistema Tizen OS, embora a fabricante não tenha revelado isso abertamente. Confira!

A Samsung está trabalhando em um relógio com o sistema do Google. (Imagem: Oficina da Net)
A Samsung está trabalhando em um relógio com o sistema do Google. (Imagem: Oficina da Net)

Já não é de hoje que ouvimos rumores falando sobre um suposto novo relógio da Samsung com o sistema operacional Wear OS do Google. Mas o que era simplesmente um rumor, pode ter sido finalmente confirmado. Um desenvolvedor do XDA analisou o código-fonte de Kernel do Galaxy S20, e curiosamente, localizou o nome "Merlot", o que tudo indica se referir a um suposto novo smartwatch da companhia.

O fator mais relevante é que o desenvolvedor foi capaz de identificar o sistema em que o relógio está sendo desenvolvido, indicando a base do Wear OS, e não do Tizen OS, sistema produzido pela própria Samsung. Essa informação se junta a tantas outras ventiladas na rede, de que realmente a Samsung está trabalhando em um relógio totalmente novo, e com intenções de abandonar o sistema proprietário.

O dispositivo de alcunha "Merlot" já foi citado anteriormente ao lado do atual Galaxy Watch 3 e deu os primeiros indícios de aparição. Rumores mais antigos já apontavam que a Samsung deve apresentar dois novos modelos de Galaxy Watch ainda esse ano, mas parece que só agora os vazamentos começam a de fato circular, e muitos deles reforçam a ideia de que a Samsung perdeu o interesse em seu próprio sistema operacional.

Leia também:

Samsung está abandonando o Tizen OS?

Ao que tudo indica, a gigante chinesa não pretende mais utilizar o seu sistema nos modelos de relógios inteligentes, mas vale salientar que é muito cedo para afirmar isso, já que a fabricante não falou nada sobre o assunto de forma oficial.

Essa postura da Samsung pode ir contra a sua própria proposta inicial, que depois de anos construindo o seu ecossistema Galaxy com diversos dispositivos, finalmente pode parar de inserir novos gadgets. A empresa é umas das principais fabricantes de smartwatches do mercado mundial, e seu sistema operacional é rápido, intuitivo e consome pouquíssima energia.

Lançado em junho de 2014, o Gear Live chegou com o sistema Android Wear do Google. (Imagem: Samsung)
Lançado em junho de 2014, o Gear Live chegou com o sistema Android Wear do Google. (Imagem: Samsung)

Também é importante lembrar que há alguns anos atrás, a Samsung já utilizava o sistema operacional do Google em seus relógios inteligentes, mas que na época era conhecido como Android Wear. O Gear Live foi o último modelo da fabricante sul-coreana, que desde então passou a utilizar o seu próprio sistema e aperfeiçoando para o ecossistema de aplicativos e outros dispositivos Galaxy.

De acordo com o famoso informante Ice Universe, os primeiros modelos a contar com o Wear OS do Google serão os modelos Galaxy Watch Active 3 e Galaxy Watch 4. Contudo, não existem muitas informações que comprovem essa teoria no momento.

🔥O POCO F4 É MUITO BOM 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário