Review ASUS Zenbook 14 - Tela, versatilidade, performance e beleza

Testamos o Zenbook 14, um notebook ultrafino lançado pela ASUS no Brasil. Ele chega com a promessa de mobilidade e performance para trabalho. Confira a nossa análise completa.

Por Reviews Pular para comentários

A ASUS trouxe ao Brasil uma das suas melhores linhas de notebooks, o Zenbook versão de 14 polegadas foi enviado para analisarmos aqui no Oficina da Net. Sabe quando você vê o produto e já se apaixona por ele. Pois bem, mesmo eu, crítico de produtos fiquei encantado pelo Zenbook, principalmente quando você vê a tela dele em ação. Eu já tive Macbook, e desde então, nunca tinha visto tela tão boa quanto aos produtos da Apple. 

O corpo metálico, touchpad que alterna entre mouse e teclado de números, performance ideal para trabalho, tamanho e peso que o tornam versátil e móvel. São esses os pontos fortes que tornam o Zenbook 14 atraente para a compra, mas será que ele vale a pena? É o que vamos descobrir agora no review do ASUS Zenbook 14. 

Design e Construção

O Zenbook 14 vem todo revestido em metal. Foi projetado para oferecer ao usuário maior área de tela com menos espaço físico, e isso fica evidenciado pelas poucas bordas ao redor da tela. Esse design a ASUS chama de Nando Edge. São bordas de 2,9mm nas laterais e 3,3mm na parte inferior, e 6,1mm na superior para acomodar a câmera. Realmente essa redução de bordas é um trabalho difícil devido às conexões do sensor da câmera e também do display. 

O revestimento em metal torna o produto com design premium, visto em poucos modelos. A aparência é limpa, com poucos detalhes, o mais evidente são os círculos concêntricos característicos da marca. 

Teclado

Na parte interna do aparelho o teclado com keycaps low profile retroiluminadas. A iluminação não é lá tão boa, você consegue ver pontos de luz abaixo das keycaps e as letras não iluminam de forma uniforme. Quando não há incidência de luz a iluminação é necessária, agora quando você estiver em um ambiente com claridade suficiente, é melhor desligar a iluminação do teclado que será melhor de definir as informações do teclado. Esse foi um ponto fraco.

Teclado do Zenbook 14

Ele tem digitação fácil, de toques suaves, as teclas possuem distanciamento de 1,4mm, com uma pequena curvatura em cada tecla, que melhora a precisão dos toques. 

No teclado, encontramos a função Fn Lock, pressionando a tecla Fn + Esc, ele trava ou destrava essa funcionalidade. Quando ligado, um led na tecla Fn mostra que está travado, assim, as funções F1 até F12 são ocupadas na primeira de linha de teclas, senão, quando desligado, os ícones são funcionalidades das teclas da primeira linha. É algo útil para um teclado não completo. 

Botão desligar

Ah ASUS, esse botão desligar no canto superior direito me mata. Até você acostumar, vai desligar o aparelho por diversas vezes. Ainda bem, que um toque sutil apenas coloca o notebook para dormir. Mas certamente ali foi um erro colocar o botão de desligar. Ele deveria estar posicionado fora do teclado, é o mais comum e mais usual. Já vi em outros notebooks, principalmente DELL esse botão de desligar junto com o teclado dar problemas. O da ASUS não deu, pelo menos até agora.

A tela tem ângulo de abertura da tela de 145º, e quando aberto por completo, o notebook eleva a parte inferior dele em 3º, ajudando na ventilação interna, que comento mais depois e também na propagação do som que possui dois drivers na parte inferior.

NumberPad

Essa é uma característica exclusiva do Zenbook. Um teclado iluminado por LED integrado ao touchpad.

Zenbook 14 Numberpad

Basta pressionar o sensor de toque no canto superior direito que o touchpad ativa e desativa o NumberPad. Quando você utiliza um mouse externo, seja bluetooth ou com fio, sugiro manter o NumberPad sempre ativo, assim você tem esse recurso disponível a qualquer momento sem necessidade de ligar. Foi uma melhor experiência de uso. Agora, quando utilizado no colo, é melhor e necessário usar o touchpad. O mouse do touchpad ainda funciona, mesmo com o NumberPad ativo, basta arrastar o dedo de forma contínua. Com prática, você pode usar os dois de forma simultânea. 

Confiabilidade de nível militar

A ASUS pôs o Zenbook 14 a testes de nível militar, atendendo o padrão MIL-STD-810G, que atesta que o Notebook passou por diversos testes, desde utilização em temperaturas variadas de -32 a -21ºC e 32 a 48ºC por três dias, como teste de queda, onde deixaram o notebook cair a altura de 10cm 4x em cada lado. Também passou por teste de umidade acima de 95% em temperaturas de 30 a 60ºC durante 10 dias. 

Estes testes verificam que e notebook pode suportar ambientes extremos, mas por favor, não compre algum produto e faça o teste em casa. A certificação militar é um bom sinal de que a ASUS preza por qualidade. Lembrando que ele não tem certificação IP6X (alguma coisa), então, não é à prova d?água. 

 

Hardware

O Zenbook 14 vem com hardware diria intermediário para cima. Não é um topo de linha, pois vai faltar placa de vídeo offboard, e os 8GB de RAM são suficientes para a grande maioria das tarefas cotidianas, mas não para alta performance. Eu diria que esse notebook é perfeito para edição de imagens, edição de vídeos fullhd, programação e óbvio para redação e todas as tarefas de menor desempenho que essas. 

Processador e desempenho

O processador é um Intel Core i7-8565U, com quatro núcleos e oito threads, com frequência base de 1.8GHz e chega até 4.6GHz com boost. É um processador de oitava geração da Intel, um dos últimos lançados, que tem frequência muito boa quando necessário, e também economiza energia em atividades menos desgastantes.

A placa-mãe é criada pela própria ASUS e não poderia ser diferente, é uma UX443FA, modelo que carrega o nome do notebook também. 

Se você não é entendedor de hardware, saiba que os componentes utilizados, processador e chipset Intel, aliado a placa-mãe da própria ASUS que é uma das principais fabricantes de placas-mãe do mundo, são componentes de ótima qualidade e vão conseguir gerir muito bem o notebook por bastante tempo. O desempenho dele não vai baixar, o que pode acontecer é ele perder a capacidade de bateria, conforme o seu uso.

 

Performance em games e aplicações: 

Bem, de fato ele não é um notebook para jogos, por não contar com GPU dedicada, ele sofre para renderizar as texturas dos jogos. Em nossos testes de benchmark, tivemos os seguintes resultados: 

Jogo Média FPS Gráficos
PUBG Lite 67 Baixo (res. HD)
Fortnite 40 Médio (res. HD)
CS:GO 55 Baixo (res. HD)

Pode ver que os games vão sofrer para manter uma média de FPS digamos, razoável para você não passar raiva. Você não vai pegar muitos frames e terá que jogar em HD, assim consegue manter uma consistência legal. 

Então se você busca um notebook para jogos, saiba que o Zenbook 14 não foi feito para isso. 

Memória e armazenamento

As memórias são de 8GB DDR3, como já mencionei, elas têm frequência máxima de 2133MHz, não são as mais rápidas, também não são as mais lentas. Para este processador, o ideal seria utilizar memórias de DDR4 de 2400MHz, o máximo suportado. 

Em armazenamento, temos SSD de 256GB em formato Nvme, com leituras de 3.2GB/s e gravação de 1.5GB/s, em nossos testes. A ASUS promete velocidades de gravação até 2.3GB/s, mas em nossos testes não conseguimos atingir esse valor.

Velocidade SSD Zenbook 14

Mesmo assim ele se equiparou com o Nvme mais rápido que já testamos, o WDBlack da Western Digital, review está no Oficina da Net. Realmente você nota a velocidade dele ao reiniciar ou desligar, ligar o notebook. Ele liga em 10s, desde o pressionar o botão até ele iniciar o reconhecimento facial. Também leva 19 a 21s para reiniciar, desde apertar o botão de reiniciar até o reconhecimento facial. São velocidades que você vai realmente se impressionar. 

Tela

Quando lado a lado uma são colocadas uma tela dessas e outra comum, você começa a se deparar e até mesmo pensar no quanto possivelmente forçou a visão para ver as mesmas coisas.

Tela do Zenbook 14

Eu, usuário de óculos desde meus 18 anos, prejudicado provavelmente por telas de tubo, hoje vejo a necessidade de você investir em produtos que não prejudiquem a sua saúde, a tela do Zenbook é um exemplo, a nitidez que ela proporciona aliada ao contraste que não força a sua visão e nem embaralha tons de cinza, faz com que você consiga ver as diferenças sem forçar os olhos. 

Sem dúvidas, a tela é um dos, senão o ponto mais forte do notebook. 

Conectividade

Por se tratar de um notebook pequeno e compacto, a conectividade dele não é tanta. Com apenas duas portas USB do tipo A (normal), uma de USB 3.1 outra USB 2.0, além de uma USB do tipo C, também 3.1. Também contamos com uma saída HDMI, slot para cartões MicroSD e saída de áudio jack, para cabos P3, iguais de smartphones, onde estão juntos o microfone e fone de ouvidos. 

Conectividade

Ele não conta com entrada de cabo de rede, mas obviamente conta com Wi-Fi, ainda gigabit, você consegue conectar redes 2.4 e também 5GHz. Segundo a ASUS, você pode com a tecnologia Wi-Fi Master assistir vídeos no Youtube em FULLHD até 300m de distância do roteador. Obviamente que o roteador precisa chegar com algum nível de sinal por lá. Em nossos testes domésticos, foi possível chegar ao limite do roteador, e transmitir e copiar dados em rede wifi local com até 100Mbps. É isso que você usuário normal vai conseguir em casa, o que é muito bom, é mesma velocidade que o cabo em roteadores comuns consegue atingir. 

Além de WiFi, ele conta com bluetooth na versão 5.0 a mais recente comercializada.

Resfriamento e barulho

O notebook é super silencioso, ele não liga a ventoinha se o processador não atingir pelo menos 60ºC, e desliga quando ele baixar de 45ºC. 

Temperaturas

Temperaturas por áreaTemperaturas por área

 

Som

O som é certificado pela Harman e Kardon, para quem não está familiarizado com a marca, é simplesmente a dona da AKG e da JBL. A qualidade sonora é muito boa, conseguimos distinguir bem as frequências sonoras. Você pode colocar no máximo do volume que não houve distorções. SonicMaster é a junção de tecnologias de hardware e software que foi desenvolvida pela ASUS para conseguir entregar potência sonora em um corpo compacto.

Bateria

Em operações normais, navegando, redigindo e editando fotos leves, você terá facilmente autonomia de 5 a 7 horas. Testei em jogos, usando a bateria, ele consome cerca de 20% a cada 30 minutos e perde performance, então não vá fazer isso né? Além de certamente diminuir a vida útil da bateria. 

Eu não cheguei a ficar sem carga durante os testes, e utilizei bastante o aparelho sem o cabo conectado. 

MyASUS

A ASUS tem um aplicativo chamado MyASUS que controla bastante coisas dentro do seu notebook. Principalmente se você estiver com algum driver desatualizado, ele vai te alertar sobre. Você pode configurar também qual modo da ventoinha, qual modo de carregamento do notebook, conforme seu uso, para auxiliar na vida útil da bateria. Se você tiver algum problema, ele tenta diagnosticar e resolver os problemas. Para usuários sem muito conhecimento em resolução de problemas de computador, ele pode ser fundamental. Caso contrário, é só mais um aplicativo para você desinstalar. 

Veredicto

A minha experiência de uso do notebook foi muito boa. Realmente em relação ao meu ultrapassado notebook, o Zenbook 14 se saiu muito bem. De fato ele não é um hardware topo de linha, mas será perfeito para meu trabalho diário, tanto para redação aqui no site e canal, programação, pra quem não sabe, esse cidadão aqui que vos fala também é programador, e esse notebook é muito bom para programadores. O que mais me chama atenção para o uso cotidiano dele é a mobilidade, essa leveza e bateria permitem que você trabalhe por bastante tempo em qualquer lugar.

Ele não é feito para games, por não contar com placa de vídeo offboard, diversos games que exigem processamento gráfico vão travar, mas ainda assim você poderá jogar alguns mais leves. 

Produção de vídeos também pode acontecer travamentos, principalmente se você fizer vídeos em 4K, agora se trabalhar com arquivos menores, fullhd, vai conseguir produzir bem. 

Zenbook 14 Review Oficina da Net - SELO DE INDICAÇÃO

Minha nota para ele é 7.3. O selo dele é que indicamos o produto para compra. Existem produtos similares por preços mais baixos, porém geralmente eles não contam com a mobilidade que esse notebook conta, isso é um fator bastante importante para quem busca um notebook bom para trabalho e versátil.

E aí, o que achou do Zenbook 14? Ele chegou custando R$ 5899, um preço caro para quem busca o primeiro notebook, mas considerável para quem procura velocidade em SSD PCi Express, que torna as atividades muito rápidas, com uma boa tela, leve e versátil. Se você procura por isso, essa máquina pode ser uma solução. 

Pontos Fortes

  • Tela
  • SSD
  • Performance
  • Design e aparência

Pontos fracos

  • Iluminação do teclado
  • Falta de GPU para desempenho em games
  • Memória RAM mínima hoje em dia

Compartilhe com seus amigos:
Nicolas Muller
Nicolas Muller Fundador do Oficina da Net, trabalha com internet desde 2004. Entusiasta de tecnologia, hoje coordena a redação do site, responsável pela análises de smartphones. Foi programador por 10 anos e agora jornalista por profissão.
FACEBOOK // INSTAGRAM: @nmuller99 // TWITTER: @nmuller99
Quer conversar com o(a) Nicolas, comente:
Minha foto
    Você sabia que o Oficina da Net tem um canal no Youtube?
    Sim, sou inscrito
    Não sabia, vou me inscrever
    Não sabia, mas não tenho interesse no Youtube