Cougar Suprassion

Review: Cougar Surpassion, um mouse pronto para jogar!

Confira a nossa análise do Cougar Surpassion, o mouse mid-end da Cougar voltado para jogadores que queiram objetividade e muita qualidade, ao estilo plug and play.

Por | @grasiel_grasel Reviews Nota: 7.5/10 Pular para comentários

A Cougar sempre foi uma das marcas mid-end mais respeitadas e apreciadas do Brasil, principalmente pela qualidade absurda com preços baixíssimos. Em 2018 ela ficou um tanto apagada no mercado, com poucos produtos chegando ao nosso país e baixa representação, no entanto, 2019 promete ser um grande ano para seus fãs.

Com o intuito de oferecer um mouse “direto ao ponto”, também conhecido como “plug and play”, o Cougar Surpassion é uma opção sem software e configurações on-the-fly com botões e uma tela de led na parte de baixo do mouse, uma aposta bastante ousada, mas será que ela funciona

DESIGN

O Surpassion é uma espécie de sucessor do Cougar 300M, o qual possui basicamente o mesmo shape deste mouse, bastante voltado para Palm, mas amigável para pegadas claw e finger tip. A principal diferença está no botão de ajuste de DPI e os leds de indicação de configuração, os quais não estão presentes no modelo atual.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

Um aspecto que de certa forma pode confundir alguns usuários é o botão que fica atrás do scroll, geralmente utilizado para troca de DPI na maioria dos mouses, no entanto, no Surpassion ele serve apenas para mudar os efeitos de iluminação do mouse. A decisão de ter uma botão com esta função até é válida, principalmente pela proposta do mouse ser plug and play e, portanto, não contar com um software de suporte.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

Os botões de troca de DPI são muito bem posicionados na lateral esquerda e possuem um tamanho perfeito, sendo bastante acessíveis e ao mesmo tempo não atrapalham nenhuma pegada. Estes botões ficam logo acima da lateral emborrachada do mouse (a qual também está no lado direito), que passa um aspecto de resistência a desgastes, mas fica difícil saber sua durabilidade sem muito tempo de uso.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

Um dos problemas que usuários dos primeiros lotes do Surpassion relataram foi o desgaste do cabo emborrachado, que raspava muito na mesa logo na saída do mouse, o que também atrapalhava sua usabilidade. Este problema já foi corrigido e o mouse que testei já vem com o cabo apontado para cima na saída, o que garante que ele não tenha nenhum atrito com o pad se utilizado com um bungee, um acessório que mantem o fio levantado.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

Passando para o aspecto que talvez seja o mais importante no Surpassion, temos a sua parte de baixo, onde ficam os botões de configuração de DPI, Polling Rate, Angle Snapping e LOD, tudo intermediado por uma tela de LCD. É bastante fácil de configurar o mouse em qualquer um dos aspectos, basta seguir a sequência de botões indicados no manual e acompanhar as informações pela telinha.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

É importante salientar que é possível até mesmo configurar DPIs custom no mouse. Para utilizar 1000 DPI, por exemplo, basta segurar o botão de configuração esquerdo por 3 segundos e depois utilizar os botões laterais para aumentar ou diminuir os valores daquela faixa de resolução.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

ESPECIFICAÇÕES

Informações fornecidas pelo fabricante:

  • Sensor: PixArt PMW3330
  • Resolução: 50-7200 DPI
  • Polling Rate: 125 / 250 / 500 / 1000Hz
  • Switches: 50M OMRON Gaming Switches
  • Velocidade máxima: 150 IPS
  • Aceleração máxima: 30 G
  • Tamanho do cabo: 1,8m
  • Tamanho: 120(L) X 65(W) X 38(H) mm
  • Peso: 96g sem o cabo

*A Cougar não oferece um software para o Surpassion

CONSTRUÇÃO INTERNA

Os switches principais do Surpassion são OMRON China 50M, uma das opções mais duráveis disponíveis no mercado.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

No switch do scroll  e nos botões laterais temos modelos Kailh White, que também oferecem uma durabilidade muito boa, principalmente para botões não tão utilizados.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

Por último, mas não menos importante, temos um switch squared tátil genérico no botão de troca de iluminação. Geralmente esta não é uma opção muito elogiável, mas para um botão que você provavelmente só vai utilizar uma ou duas vezes, isto não chega a ser um problema.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

O sensor do mouse é um PMW3330, o mesmo utilizado no MasterMouse S, o qual você pode ver nosso review clicando aqui. Este é um modelo mid-end, mas que oferece uma qualidade excelente e capaz de atender qualquer tipo de jogador, principalmente os de FPS.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

A MCU do mouse é uma Vision VS09M17A, a qual não encontrei outro mouse que utilize, mas ela é a responsável por entregar boa parte da qualidade da iluminação e a intermediação das configurações com a tela de LCD.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

O codificador do scroll é um modelo ALPS, conhecido por sua qualidade excelente e durabilidade no mesmo nível de um TTC.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

De maneira geral os componentes do mouse são muito bem organizado e as soldas são todas muito bem feitas. Vale destacar a curiosidade da quantidade de capacitores que o mouse utiliza, geralmente não muito comuns em mouses eles devem ter relação com a tela de LCD.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

TESTES

Se você tem alguma dúvida a respeito de termos técnicos, recomendamos que leia nosso artigo sobre o que um bom mouse precisa ter clicando aqui, nele explicou muito bem o que cada nomenclatura significa.

MS Paint

Com o Microsoft Paint fazemos dois testes muito importantes, os de jitter e prediction que são, respectivamente, avaliações que verificam se o sensor do mouse sofre com alguma distorção (o que deixa as suas linhas “tremidas”) e também se ele tem algum tipo de sistema que tenta simular linhas retas perfeitas, o que você certamente não quer em um jogo de precisão, pois os movimentos humanos não são perfeitos.

Review: Cougar Surpassion, um mouse pronto para jogar!

O resultado do Surpassion no teste de jitter não é ruim, no entanto, este é um dos quesitos que ele fica atrás de mouses com um PMW3360. Em movimentos lentos e pequenos a precisão do mouse acaba sendo levemente afetada, portanto, é importante tentar utilizar uma sensibilidade um pouco menor, para que você tenha que movimentá-lo mais.

Enotus Mouse Test

No Enotus realizamos mais dois testes, a frequência com que o mouse se comunica com o computador, o que nos dirá também o tempo de resposta dele com a máquina, e também a velocidade máxima que o sensor é capaz de captar. Bons resultados devem mostrar um Polling speed acima de 500Hz (2 milissegundos de atraso) e no mínimo a 2m/s em Max speed.

Resultado do Surpassion no EnotusResultado do Surpassion no Enotus

No Enotus temos resultados excelentes. Mais de 6 m/s é uma velocidade máxima quase impossível de ser atingida em uma jogatina comum e, da mesma forma, pouco mais de 1ms de atraso está dentro do comum entre os mouses da maior qualidade atualmente.

Mouse Tester

O Mouse Tester nos mostra resultados um pouco mais técnicos e muito importantes, a consistência do sensor e o teste de aceleração para sabermos se o mouse possui algum tipo de alteração em seu rastreio em relação à velocidade que o movemos.

Consistência

No teste de consistência vamos verificar se o sensor possui algum tipo de alteração em seu rastreio, portanto, as linhas são o trajeto percorrido pelo mouse em relação ao tempo e as bolinhas são os registros do mouse sobre sua posição, quanto mais próximas da linha, mais preciso é o sensor.

Review: Cougar Surpassion, um mouse pronto para jogar!

Nos testes de consistência o mouse apresenta resultados excelentes, tendo pouquíssimos ou quase nenhum registros de distorção, tendo praticamente todos os pontos de erros no rastreio corrigidos.

Aceleração

A aceleração é um problema comum apenas em mouses de baixíssima qualidade, no entanto, é extremamente importante verificar se ele possui algum tipo de alteração em relação a velocidade que é movimentado, pois taxas altas podem atrapalhar seu desempenho em jogos que exigem precisão, como Counter Strike, por exemplo.

Resultado do Surpassion no teste de aceleraçãoResultado do Surpassion no teste de aceleração

Como esperado, no teste de aceleração o resultado é impecável. O mouse não apresenta nenhum tipo de aceleração.

VEREDITO

O Cougar Surpassion se mostrou um mouse de altíssima qualidade e capaz de oferecer tudo o que os jogadores mais exigentes podem querer em questão de desempenho. Embora ele não utilize o que existe de mais atual no mercado de sensores, o PMW3330 é mais do que o suficiente, como você pode ver nos resultados dos nossos testes.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

Utilizar a tela na parte de baixo do mouse certamente é uma opção interessante e a mais sensata caso o fabricante decida que a presença dela não é negociável, vide modelos de outras marcas como o protótipo do Ducky Secret 2, que possuía uma tela como esta na palma do mouse e nunca chegou ao mercado pelo feedback negativo dos fãs. No entanto, existe um ponto negativo de qualquer maneira: Uma tela de LCD sempre vai encarecer um mouse

Este mouse acaba sendo mais caro até mesmo do que outros modelos de elite da Cougar justamente por causa da tela de LCD na parte de baixo, portanto, cabe ao comprador decidir se vale a pena perder um sensor melhor e um software de configuração por ela e a praticidade de um mouse “plug and play”.

Foto: Grasiel GraselFoto: Grasiel Grasel

É simplesmente impossível não recomendar o Surpasssion, pois a qualidade que ele oferece é inegavelmente equiparável a qualquer outro mouse da faixa de preço dele no Brasil, o único ponto a ser levado em consideração é que ele de fato não utiliza o sensor mais atual que poderia. Se você tiver interesse em compra-lo, recomendamos a loja Player ID, na qual ele está atualmente em promoção por R$198,88. Agradecemos a loja por ter fornecido o modelo testado neste review.

NOTA

7.5

Cougar Surpassion

Prós
  • Praticidade
  • Qualidade de construção
  • Switches OMRON 50M
Contras
  • Tela de LCD encarece o produto
  • Sensor poderia ser um modelo melhor
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais