Oficina da Net Logo

EUA irão analisar redes sociais de pessoas que solicitam visto

As pessoas que querem o visto teriam que passar os detalhes das contas que tiveram nos últimos cinco anos.

Por | @oficinadanet Redes sociais

Nos próximos meses, quem está em busca de visto para entrar nos Estados Unidos poderá enfrentar um processo ainda mais rigoroso. O atual governo dos EUA possui uma proposta para exigir histórico dos últimos cinco anos das redes sociais de todas as pessoas que solicitarem o visto.

A ideia chega do Departamento de Estado Americano, e tem como intenção exigir que os estrangeiros com ideia de visitar os Estados Unidos forneçam os seus endereços de Facebook, Twitter, Instagram, YouTube, entre outros.

EUA irão analisar redes sociais de pessoas que solicitam visto.EUA irão analisar redes sociais de pessoas que solicitam visto.

Leia também:

As pessoas teriam que passar os detalhes das contas que tiveram nos últimos cinco anos. Além disso, a proposta quer que os candidatos enviem os números de telefones que usaram nos últimos anos, seus endereços de e-mail e histórico de viagens. Para completar, eles teriam que dizer se foram deportados de um país, ou mesmo se algum parente já esteve envolvido em “atividades terroristas”.

A medida, caso seja aceita, não irá afetar os cidadãos dos países que não precisam de visto para ingressar aos Estados Unidos, como Reino Unido, Canadá, França e Alemanha. Porém, cidadão de países como Brasil, China, México, Índia, entre outros, terão que se adequar ás novas regras.

Atualmente, de acordo com as regras atualizadas em maio do ano passado, as autoridades americanas foram instruídas a buscarem informações em redes sociais dos solicitantes de visto apenas se sentissem que "essas informações seriam necessárias para confirmar a identidade ou realizar investigações de segurança nacional mais rigorosas".

A proposta mais rígida chega com o governo de Donald Trump, que prometeu medidas mais extremas na avaliação de estrangeiros que quisessem entrar nos EUA.  "Manter padrões rigorosos de triagem para os solicitantes de visto é uma prática dinâmica que deve se adaptar às ameaças emergentes", disse o Departamento de Estado em um comunicado citado pelo jornal New York Times.

"Nós já solicitamos informações de contato, histórico de viagens, informações sobre os membros da família e endereços anteriores de todos os solicitantes de visto. A coleta dessas informações adicionais fortalecerá nosso processo de verificação e confirmação de identidade."

Agora, a ideia terá que passar pela aprovação do Departamento de Gestão e Orçamento. A população terá dois meses para opinar sobre a proposta antes de uma decisão definitiva.

SHARE
+ Notícias
Assine a nossa newsletter
Comentários