Qualcomm anuncia primeira fábrica de semicondutores no Brasil

Rafael Steinhauser disse ainda que a medida coloca o Brasil no mapa da cadeia de produção de semicondutores, trazendo know-how, mão de obra especializada e ainda outras vantagens para o setor de tecnologia do país.

Por | @oficinadanet Qualcomm Pular para comentários

A Qualcomm, empresa especializadas em chips, revelou que irá construir a primeira fábrica de semicondutores para celular no Brasil, em Jaguariúna (SP). As operações devem ter início no ano que vem.

A unidade deverá empregar de 800 a mil pessoas, com um investimento em torno de US$ 200 milhões ao longo de 5 anos. A ideia é que a fábrica já entre na fase de testes no início de 2020 e comece a produzir chips no final do ano.

“É um dia histórico para o Brasil: o país deixa de ser apenas consumidor de smartphone para ser também um produtor. É uma aposta que fazemos no Brasil, que é uma grande nação em mobile, mas não produz nada, sobretudo no mercado sensível de semicondutor”, diz Rafael Steinhauser, presidente da Qualcomm na América Latina.

Qualcomm anuncia primeira fábrica de semicondutores no Brasil.Qualcomm anuncia primeira fábrica de semicondutores no Brasil.

Rafael Steinhauser disse ainda que a medida coloca o Brasil no mapa da cadeia de produção de semicondutores, trazendo know-how, mão de obra especializada e ainda outras vantagens para o setor de tecnologia do país. O executivo diz ainda que o Brasil é o quarto maior mercado consumidor de smartphones do planeta. Agora, porém, o país ocupará também o papel de produtor.

O presidente da Qualcomm na América Latina mencionou ainda que tempos atrás, 3% do valor de uma smartphone estava centrado no semicondutor, agora o número passou para 20%. Com a Internet das Coisas o número pode chegar a 50% do valor de um aparelho.

A novidade foi apresentada durante o evento promovido em parceria com a Asus.

OFICINA DA NET NO YOUTUBE
Gosta de tecnologia, smartphones e hardware? Então inscreva-se agora!

Não, obrigado