Ministro Paulo Bernardo fala a respeito da rede 4G no Brasil

Conforme declarações do Ministro das Comunicações Paulo Bernardo, nesta última terça-feira, 26 de fevereiro, durante o Mobile Word Congress – MWC 2013, empresas de telefonia móvel que venceram o pregão para o uso da faixa de 700 MHZ para o uso do 4G LTE terão que arcar com todas as obrigações

Por | @oficinadanet Internet

Conforme declarações do Ministro das Comunicações Paulo Bernardo, nesta última terça-feira, 26 de fevereiro, durante o Mobile Word Congress – MWC 2013, empresas de telefonia móvel que venceram o pregão para o uso da faixa de 700 MHZ para o uso do 4G LTE terão que arcar com todas as obrigações exigidas no contrato, uma vez que as mesmas terão o direito de utilizar outras frequências.

Paulo Bernardo ainda informou que a Anatel irá cuidar para que essas frequências, que passarão a ter pouco uso, sejam reaproveitadas para a expansão da nova rede 4G, onde ele ainda esclareceu que continua sendo a favor do compartilhamento de redes de acesso a rádio pelas operadoras, as mesmas operadoras que demonstraram forte interesse em se unir para o compartilhamento destas redes dias atrás.

O Ministro das Comunicações informou ainda a TelaVivaNews que, “Queremos transformar ao máximo essas frequências em um grande investimento, para isso teremos que ter mais obrigações e cobrá-las das operadoras, sendo que somente assim será possível cumprir todas elas, uma vez que usaremos outras frequências. Uma destas frequências, é a de 1,8 GHz, que hoje é usada para o uso na rede 2G, que poderá ser usada também na LTE”.

Outro ponto debatido no MWC pelo ministro foi à relação ao processo burocrático para a instalação de antenas por operadoras em diversas regiões do Brasil, declarando o seguinte, “Iremos conversar pessoalmente com todos os prefeitos envolvidos neste processo para tentarmos entrar em um acordo, sendo que já conversei sobre isso com o prefeito Fernando Haddad, de São Paulo, e assim farei com os demais prefeitos para mostrar a eles a nossa posição”, declarou o Ministro Paulo Bernardo.

Mais sobre: paulo bernardo 4g redes
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter