Microsoft e Symantec se unem para acabar com quadrilha de crimes virtuais

A Microsoft e a Symantec se uniram para terminar com uma quadrilha internacional especializada em crimes virtuais. A dupla desativou servidores que permitiam que os criminosos pudessem acessar milhares de computadores sem autorização dos donos

Por | @oficinadanet Internet

A Microsoft e a Symantec se uniram para terminar com uma quadrilha internacional especializada em crimes virtuais.  A dupla desativou servidores que permitiam que os criminosos pudessem acessar milhares de computadores sem autorização dos donos.

As máquinas que estavam infectadas eram levadas para um site falso controlado pelos criminosos. Assim, com a desativação, os usuários não irão conseguir  fazer pesquisas, já que o código de redirecionamento continuará no sistema. Agora, a Microsoft juntamente com a Symantec , estão monitorando o endereço usado e assim, quando o usuário for automaticamente redirecionado pelo vírus, uma mensagem na tela irá aparecer sobre o problemas e ainda instruções de como acabar com o problema.

Os técnicos das empresas, após realizarem buscas em centrais de processamento em Weehawken (Nova Jersey) e Manassas (Virgínia), nos Estados Unidos, na companhia de policiais federais na quarta-feira (6), apreenderam um servidor de Nova Jersey e ainda instruíram que os operadores da central de Virgínia pedisse a desativação de um servidor da Holanda, disse o diretor jurídico assistente da divisão de crimes digitais da Microsoft, Richard Boscovich.

"Acho que pegamos tudo, mas só o tempo dirá", disse Boscovich, se referindo ao alto número de computadores infectados pelo software (300 mil a um milhão). 

Mais sobre: Microsoft Symantec vírus
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo