Microsoft prestes a lançar seu próprio tablet

A Microsoft está prestes a entrar em mais uma guerra com as gigantes da TI. A ideia agora é lançar um tablet próprio. A empresa convocou a imprensa americana para um grande anúncio na próxima segunda-feira.

Por | @nmuller99 Hardware

Microsoft prestes a lançar seu próprio tabletA Microsoft está prestes a entrar em mais uma guerra com as gigantes da TI. A ideia agora é lançar um tablet próprio. A empresa convocou a imprensa americana para um “grande anúncio” na próxima segunda-feira. Analistas confirmar que a MS estaria disposta a brigar pelo mercado que hoje é dominado pelo iPad da Apple.

O site “The Wrap”, que citou fontes anônimas ligadas à própria Microsoft, afirmou que a empresa planeja entrar neste mercado já há algum tempo e que o anúncio tratará disso.

A informação surpreende porque vai contra a estratégia habitual da Microsoft, que é fornecer o software e deixar a fabricação dos equipamentos a cargo de parceiros.A Microsoft não dá detalhes sobre o que será apresentado, mas é muito provável que o evento tenha relação com os tablets.

O novo aparelho deve rodar o Windows RT, versão para tablets do Windows 8, e contar com o processador de 32 bits (Arquitetura ARM, comum em PCs). É improvável que o novo dispositivo tenha preço muito competitivo. Especula-se mesmo que ele pode ser até mais caro do que o iPad.

De acordo com o Wall Street Journal, a companhia também vai aproveitar o evento para mostrar alguns aplicativos rodando no tablet. A expectativa é que o aparelho da empresa chegue ao mercado em duas versões: uma mais robusta, com sistema operacional profissional, e uma casual, voltada ao usuário menos familiarizado com as novas tecnologias.  

 

Fará sucesso, ou será mais um Zune?

O planejamento de lançar este novo aparelho surpreende a todos que esperavam que a empresa fosse focar apenas no software que roda atrás dos tablets, como é o padrão da empresa. A criação do dispositivo será um novo produto, porém, o que esperar do “MS tablet”? A empresa já tentou fabricar seu próprio hardware antes, com resultados variados. Em pelo menos um caso, ela fracassou. O Zune, lançado em 2006, foi uma tentativa de criar um concorrente para o iPod. O player de música da Microsoft era tecnicamente avançado, mas nunca caiu no gosto do público. Foi oficialmente descontinuado no ano passado.

Mas há também o exemplo contrário. O console para jogos Xbox, que chegou às lojas em 2001, conseguiu competir com sucesso contra os produtos rivais da Sony e da Nintendo. Foi, também, a plataforma onde floresceu uma das inovações mais interessantes da Microsoft nos últimos anos, o sensor de movimentos Kinect.

Vamos aguardar segunda-feira para saber o que virá.

Mais sobre: microsoft tablet
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo