Estudo revela qual a rede social mais prejudicial para a saúde mental dos jovens

Nem todos os usuários conseguem lidar muito bem com o mundo das redes sociais. Instagram, Snapchat, Twitter, Facebook, YouTube? Qual é?

Por | @oficinadanet Redes sociais

Atualmente, as redes sociais dominam a internet, e milhares de pessoas integram este mundo. Nelas são expostas fotos de pessoas felizes, viagens fantásticas, vídeos legais, enfim, no geral, somente coisas positivas. Recentemente, um estudo revelou qual rede é mais prejudicial para a saúde mental dos usuários.

Conforme o estudo “#StatusofMind”, da Royal Society for Public Health, o Instagram é considerado uma das piores redes sociais em relação ao impacto negativo que ele proporciona, principalmente entre as mulheres mais jovens.

Instagram, Twitter, Facebook, Youtube, Snapchat, qual é a mais "prejudicial" para a mente dos jovens?Instagram, Twitter, Facebook, Youtube, Snapchat, qual é a mais "prejudicial" para a mente dos jovens?

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores entrevistaram 1.500 pessoas entre 16 e 24 anos sobre questões que envolvem ansiedade, depressão e imagem corporal.

No estudo foram avaliadas as cinco principais plataformas sociais: Instagram, Snapchat, Twitter, Facebook e YouTube. O Instagram acabou sendo revelado como o mais prejudicial para a saúde mental dos mais jovens.

"O Instagram facilmente faz com que as meninas e as mulheres se sintam como se seus corpos não são bons o suficiente como das outras pessoas e adicionam filtros e editam suas fotos para que elas pareçam 'perfeitas'", disse uma jovem anônima que é citada na pesquisa.

Entre os principais pontos negativos das redes sócias estão: Ansiedade e depressão, sono, autoimagem distorcida, cyberbullying, insegurança.

Mais sobre: Instagram Facebook Twitter
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo