Apple e Visa são processadas por violar patentes de tecnologia de pagamento digital

Apple e Visa são acusadas por violarem patentes da empresa USR. Em 2013, outra tentativa foi feita para discutir sobre as licenças de patentes com a Apple, mas não teria conseguido contato.

Por | @fsbeling Negócios

Uma pequena empresa de Boston, nos Estados Unidos, Universal Secure Registry (USR) deu abertura a um processo no domingo através da Corte Federal do Estado de Delaware.

Apple PayApple PayO CEO da Companhia, Kenneth Weiss, alega através dos documentos entregues a justiça que possui 13 patentes relacionadas ao Núcleo do Apple Pay. Como por exemplo, a confirmação através das impressões digitais, informações do sistema de autenticação, assim como o uso de tokens únicos para cada transação financeira efetuada.

Segundo Weiss ele já obteve algumas conversas em 2010 com o CEO da Apple e os executivos da Visa, conversando sobre as respectivas patentes com possibilidade de trabalharem em conjunto. A princípio, a gigante havia assinado um contrato de confidencialidade para um período de dez anos para poder utilizar a tecnologia, mas segundo ele não teve mais contato com as empresas desde que sumiram cortando todos os contratos com a empresa USR.

Em 2013, outra tentativa foi feita para discutir sobre as licenças de patentes com a Apple, mas não teria conseguido contato.

Agora foi travada uma batalha judicial com a Apple e a Visa, pois para Weiss, suas propriedades intelectuais foram violadas. O executivo em sua entrevista ao New York Times comentou que a “Sua intenção é entrar em uma sala de conferência e resolver logo isso”, ele não comentou em valores, mas diz que pretende resolver de uma forma amigável, através de um acordo extrajudicial.

Mais sobre: Apple, Visa, USR
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários