Notícias falsas irão custar multa de até 50 milhões de euros na Alemanha

Notícias falsas que circulam nas redes sociais podem se propagar de modo desastroso e em grande velocidade.

Por | @oficinadanet Internet

O combate a notícias falsas que circulam pela web é um problema global, já que muitas tomam proporções realmente alarmantes e até perigosas. A Alemanha, no entanto, está lavando realmente a sério os conteúdos não verdadeiros da web.

A chanceler Angela Merkel, nesta quarta-feira (5), aprovou uma nova lei que impõe multas de até 50 milhões de euros, o equivalente a mais de R$ 165 milhões, para quem publicar ou mesmo perpetuar tais conteúdos online.

Notícias falsas irão custar multa de até 50 milhões de euros na Alemanha

A lei também tipifica outros tipos de postagens online, incluindo discursos de ódio, propagandas terroristas e pornografia infantil. A proposta precisa ainda passar pelo parlamento alemão antes de ser formalizado.

Provedores de redes sociais são responsáveis quando suas plataformas são mal utilizadas com o intuito de propagar crimes de ódio e notícias falsas

As multas serão aplicadas, basicamente, em redes sociais como Facebook e o Twitter. “Provedores de redes sociais são responsáveis quando suas plataformas são mal utilizadas com o intuito de propagar crimes de ódio e notícias falsas”, disse o ministro da Justiça da Alemanha, Heiko Maas.

Leia também:

O Facebook, através de nota disse que está “trabalhando duro para remover conteúdo ilegal” da plataforma. Mesmo assim, a companhia de Mark Zuckerberg demonstrou preocupação de que a lei possa “forçar empresas privadas, em vez de tribunais, a decidir que tipo de conteúdo é ilegal na Alemanha”.

Mais sobre: noticiafalsa facebook twitter
Share Tweet
Comentários
Destaquesver tudo