Em evento de segurança, Edge é o navegador mais hackeado

Microsoft Edge é considerado o menos seguro durante evento de segurança.

Por | @oficinadanet Segurança digital

O concurso de hacking Pwn20wn completou 10 anos em 2017. Neste ano, uma surpresa desagradável para a Microsoft, o seu navegador Edge, revelou poder ser o mais inseguro do mercado.

O Edge, durante o evento, foi o mais invadido entre os competidores. Ele acabou sendo hackeado nada mais que cinco vezes, o que garantiu premiação entre US$ 55 mil e US$ 105 mil para quem encontrou as falhas.

Em evento de segurança, Edge é o navegador mais hackeado

Um time chamado 360 Security foi quem recebeu o valor mais alto. De acordo com informações do site Tom’s Hardware, eles conseguiram a façanha de utilizar o Edge para chegar ao Kernel do Windows 10. Isso prova que as vulnerabilidades do navegador são realmente sérias, podendo comprometer o sistema operacional de forma geral.

Outro navegador que também foi alvo no evento foi o Safari, da Apple. Ele ficou na segunda posição, sendo hackeado três vezes e meia. Essa metade indica que uma das brechas já havia sido corrigida de forma parcial pela Apple na versão beta do Safari.

O Firefox está na terceira posição, com duas tentativas de quebrar a segurança, sendo que apenas uma obteve sucesso. Vale notar que no ano passado o navegador não havia sido incluído no Pwn20wn porque os especialistas o consideravam muito fácil de ser hackeado.

Já o Chrome, mais uma vez, ficou com o título de navegador mais seguro da competição. Um grupo apenas tentou hackeá-lo, porém, sem sucesso.

Conforme publicação do Tom’s Hardware, o interesse que cada navegador desperta entre os participantes do evento é um grande indicativo sobre a sua reputação em relação a segurança. Um bom exemplo disso é o Chrome, que vem se mostrando bastante seguro ao longo dos anos, sendo assim, poucos se arriscam a encontrar uma falha. Também devemos levar em consideração que, por ser visado por muitos, o Edge foi o que mais encontraram problemas. Veja mais dicas de segurança.

Mais sobre: edge chrome safari
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo