Primeiro clássico de futebol transmitido pela internet gera 3,7 milhões de visualizações

Partida de clássico brasileiro somou 3,7 milhões de visualizações na internet. Pelos números, a ideia foi bem aceita pelos torcedores.

Por | @oficinadanet Internet

Na última quarta-feira (1), aconteceu o primeiro clássico com transmissão exclusiva do futebol brasileiro para a internet. O Atlético Paranaense e Coritiba se enfrentaram às 20h (Horário de Brasília), pelo Campeonato Paranaense.

Sem ter o apoio da cobertura televisiva, cada um dos clubes disponibilizou a transmissão em seus próprios canais no YouTube e também nas suas páginas no Facebook. A audiência exata é difícil de informar, já que muitas informações ficam restritas a quem administra as contas dos clubes, porém, dados públicos mostram que o total de visualizações ficou próximo a 3,7 milhões.

Primeiro clássico de futebol transmitido pela internet gera 3,7 milhões de visualizações

O Coritiba foi responsável por postar três vídeos diretamente relacionados com a partida, e ainda as coletivas pós-apito final. No Facebook há ainda um vídeo com a escalação do time (com 16 mil visualizações) e a transmissão da partida (875 mil). Já no YouTube, a transmissão somou 242,4 mil visualizações.

O Atlético postou quatro vezes no Facebook: Um vídeo com a escalação (21 mil visualizações), a transmissão (2,1 milhões) e seus dois gols (31 mil e 42 mil). Já no YouTube a transmissão somou 372,3 mil visualizações.

Na soma, o Coritiba teve 1,1 milhões de visualizações e o Atlético teve 2,5 milhões.

O jogo era para ter ocorrido em 19 de fevereiro, porém, na data, a Federação Paranaense de Futebol (FPF) impediu o apito inicial alegando problemas de credenciamento. Os clubes dizem que a entidade não estava de acordo com a transmissão independente.

Os dois clubes então, disseram que preferiram oferecer as imagens da partida para o Facebook e YouTube por não concordarem com a proposta “absurda” da Globo, que queria fechar contratos de três anos por cerca de R$ 1 milhão.

Mais sobre: youtube internet_explorer facebook
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo