Economia digital: Como usar a tecnologia para economizar dinheiro?

A tecnologia está sempre a serviço das pessoas, criando novas soluções digitais para poupar dinheiro e organizar as finanças – veja como é possível e bem fácil

Por Carreira em TI

O atual modelo e conjuntura econômica possui influência direta da tecnologia, que está cada vez mais presente na vida e no dia-a-dia das pessoas que buscam a facilidade que ela traz – afinal, quem tem tempo de ficar horas na fila do banco se é possível pagar uma conta via internet banking, através de um aplicativo ou qualquer computador com acesso à internet? O querido sinal do Wi-Fi está disponível em casa, na empresa, em algum bar ou restaurante, facilitando mais ainda a economia digital. Cada vez mais o mundo está se tornando digital, influenciando diretamente na economia digital – e no cenário econômico de recessão, não restam dúvidas que tempo é dinheiro.

Faz algum tempo que a relação entre as pessoas com o mundo digital não é mais o mesmo. Aplicativos de celulares de troca de mensagens instantâneas, posts, compartilhamento de ideias e informações se tornou mais frequente e a conexão também melhorou, fazendo com que as pessoas economizem com ligações telefônicas, cartas, impressões em papéis, entre outros.

Quem nunca utilizou o GPS do Smartphone para chegar em um lugar pelo trajeto com menos trânsito e menor distância? Ou ainda pesquisou qual posto de gasolina o combustível está mais em conta? Além da facilidade na economia digital para economizar dinheiro, o escasso tempo das pessoas com a correria do mercado de trabalho e a busca incessante pela organização faz com que ela se engaje quase nos novos recursos tecnológicos.

Vida corporativa exige uma boa inserção na economia digital

Em pleno século XXI, é quase que obrigatório o engajamento no mundo da tecnologia por parte das empresas – grande parte delas estão procurando métodos que seja possível economizar e fazer com que o rendimento do processo melhore através de novas ferramentas, fazendo com que ative a economia digital.

Alguns métodos que as empresas estão aderindo, além de já estar presente na vida das pessoas, é facilitando as ferramentas de comunicação para gastar menos, utilizando apps como o WhatsApp e Skype, além de outros softwares, como é possível conferir na listagem abaixo:

  • Skype em conferências ao invés de utilizar ligações telefônicas;
  • Uber ao invés de contratações de motoristas executivos ou taxis que cobram o dobro;
  • Compartilhamento de arquivos através das nuvens e redes de dados;
  • Automatização do pagamento de contas através da programação de débito automático;
  • Aplicações de mostruário ou catálogos digitais em pdf, sem a necessidade de impressão em papel.

Além disso, é bom observar que os concorrentes podem analisar melhor as estratégias da empresa através do acesso à informação, com a possibilidade de testar estratégias diferenciadas e se destacar. Por isso, é necessário o conhecimento profundo de métodos tecnológicos que são utilizados no mercado, e é aí que entra as ferramentas de gestão e o sistema de CRMs das empresas.

A economia digital na era mobile

Os softwares para mobile, mais conhecidos como Apps de Smartphones, disponíveis tanto para Android quanto para iOs, são destaques mais para as pessoas físicas com o objetivo de auxiliar na organização de finanças, nos quais revolucionaram a forma de lidar com o dinheiro de pessoas e também das empresas. Veja alguns exemplos:

Minhas Economias

Voltado para a economia doméstica, é possível a construção de planilhas para controle financeiro e descobrir quais são as próximas saídas e quanto dinheiro tem na sua conta.

Google Play | App Store

 

Money Wise - Android

O forte da organização deste App são os gráficos bons e profissionais, ajudando a dar uma visibilidade maior das despesas pessoais e também a fazer economia.

Google Play

 

Mas, é preciso cautela na hora de se automatizar

Com a otimização do tempo através das novas tecnologias, ainda há o público que não se adapta muito bem aos modernos meios tecnológicos que levam à economia digital. Muitas terão aversão, negação e podem ser vistas com desconfiança, mas a revolução não é reversível – aceitar as mudanças e se engajar ao novo, além de economizar dinheiro, é questão de aceitação na sociedade. Além disso, terão aquelas pessoas que não saberão controlar o balanço financeiro e poderá extrapolar o limite do cartão – é preciso ter muito cuidado e controle para não entrar em dívidas.

A economia digital do futuro

A educação com o método EAD se tornou digital, algumas clínicas de saúde também estão aderindo à marcação de consulta online ou por um aplicativo para Android, além de ser possível acompanhar o trajeto e o horário de seu ônibus em tempo real – tudo isso e muito mais faz parte da economia digital, diretamente ligada pela tecnologia da informação, com a urgência de atualizar e modificar o estilo de vida das pessoas para economizar o possível.

Recomendado
Siga nas redes
Últimas publicações
O QUE LER EM SEGUIDA
Assuntos economia, dinheiro e aplicativos
Siga nas redes
Encontrou algum erro no texto?

Entre em contato com o autor e nos ajude a melhorar a qualidade dos posts cada vez mais!

AVISAR
Comentários
ASSINE NOSSA NEWSLETTER

As melhores publicações no
seu e-mail