Samsung pode vender divisão de computadores para a Lenovo

Um novo relatório da Coreia do Sul diz que a Samsung estaria em busca de vender seu negócio de computadores e que já estaria negociando com a gigante chinesa Lenovo.

Comentários Rafaela Pozzebon
Seguir
  -

A Samsung, em setembro deste ano vendeu a sua divisão de impressoras para a HP após passar por uma reestruturação corporativa nos últimos meses. O objetivo é aumentar o foco nos principais negócios e ainda reduzir riscos no setor de tecnologia.

Com a compra da divisão de <a href='https://www.oficinadanet.com.br/artigo/intranet/o_que_e_uma_intranet_e_pra_que_serve'>computadores</a> da Samsung, a Lenovo poderia expandir os seus negócios para locais que
Com a compra da divisão de computadores da Samsung, a Lenovo poderia expandir os seus negócios para locais em que a marca ainda não é muito forte.

Leia também:

A empresa, com o tempo, vem se desfazendo da sua divisão de informática, em contrapartida, a Lenovo vem se expandindo para outros mercados com a compra da Harman, focando assim e tecnologia automotiva e também da QD Vision para poder ampliar a produção de TVs com tecnologia Quantum Dot.

Um novo relatório da Coreia do Sul diz que a Samsung estaria em busca de vender seu negócio de computadores e que já estaria negociando com a gigante chinesa Lenovo.

Ao que tudo indica, o escritório de advocacia internacional Paul Hastings estaria representando a Samsung, já a Lenovo pode estar sendo representada pela Freshfields Bruckhaus Deringer.

“Considerando a estreita relação comercial entre PCs e impressoras, parece bastante óbvio que a Samsung, após a venda de seus negócios de impressoras, esteja se retirando do mercado de PCs", disse um ex-executivo da Samsung.

Conforme o relatório, um acordo já foi lançado e pode estar avaliado em mais de US$ 850 milhões (R$ 2,9 bilhões). As negociações estariam ocorrendo há meses, no entanto, poucos progressos foram feitos até então.

A Lenovo é a maior fabricante de computadores do mundo no que diz respeito a remessas. Se a compra for mesmo concretizada, a Lenovo ganharia mais força para expandir os seus produtos em locais em que a marca ainda não possui muita força.

Mande para o Facebook

Tweet para os seus seguidores

 
COMENTÁRIOS
NOSSOS VÍDEOS NO YOUTUBE

carregando...
Últimas publicações
TOPO