O QUE HÁ DE NOVO

Facebook estipula medidas para combater notícias falsas

Rafaela Pozzebom por Rafaela Pozzebom Redes sociais

Como bem sabemos, as redes sociais costumam estar repletas de notícias falsas, algumas delas, inclusive, servem de chamarisco para a disseminação de malwares. Para amenizar a situação, Mark Zuckerberg, anunciou medidas para acabar com a circulação de notícias falsas no Facebook.

Leia também:

Vale notar que, recentemente, o Facebook foi alvo de polêmica após as eleições de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos, quando vários veículos de comunicação disseram que noticias falsas sobre os candidatos podem ter influenciado na escolha dos eleitores.

De acordo com os críticos, o Facebook não toma medidas necessárias para impedir que grupos políticos espalhem notícias não verdadeiras na rede.

De acordo com Mark Zuckerberg, em uma publicação no último sábado, a empresa “trabalha com esse problema há muito tempo e leva essa responsabilidade a sério”.

Mesmo assim, o CEO do Facebook admitiu que o tema é “complexo, tecnicamente e filosoficamente”, já que a rede social não pretende desestimular o compartilhamento de opiniões ou ainda torna-se “árbitro da verdade”.

“Acreditamos em dar voz às pessoas, o que significa pecar no sentido de deixar as pessoas compartilharem o que elas quiserem sempre que for possível. Precisamos ser cuidadosos para não desencorajar o compartilhamento de opiniões ou restringir erroneamente o que for conteúdo preciso”, disse o CEO do Facebook.

De acordo com Zuckerberg, o Facebook adotou sete mediadas para combater as noticias falsas:

1.Desenvolvimento de sistemas técnicos mais eficientes, com a finalidade de detectar o que as pessoas irão denunciar como falso antes mesmo que elas façam isso;

2.Tornar o processo de denúncia mais fácil;

3.Fechar parcerias com organizações que chequem notícias falsas;

4.Marcar os links que foram denunciados como notícia falsa e exibir anúncios para as pessoas quando elas lerem ou compartilharem;

5.Aumentar a exigência de qualidade para os links que aparecem como “relacionados” na linha do tempo;

6.Dificultar o lucro entre os sites que exibem notícias falsas;

7.Trabalhar com jornalistas para aprender meios de checagem de notícias que não sejam verdadeiras;

"Algumas dessas ideias irão funcionar e outras não, mas quero que vocês saibam que sempre levamos isso a sério, entendemos a importância deste assunto para nossa comunidade e estamos determinados a resolver isso", disse Zuckerberg.

Recomendado
Assuntos facebook, noticias, falsas e rafaelapozzebon
Siga nas redes
Encontrou algum erro no texto?

Entre em contato com o autor e nos ajude a melhorar a qualidade dos posts cada vez mais!

AVISAR
O QUE LER EM SEGUIDA
Comentários
Últimas publicaçõesver tudo
ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.