Google e Facebook irão construir cabo submarino mais veloz do mundo

O cabo submarino, chamado de PLDC (Pacific Light Cable Network), será um dos mais longos do mundo, com 12,8 mil quilômetros.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Na quarta-feira (12), Google e Facebook anunciaram um projeto de instalação de um cabo submarino ultrarrápido que irá percorrer o oceano Pacífico.

"Vamos trabalhar com o Facebook, o Pacific Light Data Communication (PLDC, provedor de redes de cabos com sede em Hong Kong) e TE SubCom (um especialista em tecnologias de comunicação submarinas com sede nos Estados Unidos) para construir o primeiro sistema de cabo submarino direto entre Los Angeles e Hong Kong com capacidade ultra alta", disse o Google através de sua página.

Google e Facebook irão construir cabo submarino mais veloz do mundo

Leia também:

De acordo com o Google, o sistema de cabo será realizado com maior capacidade disponível para atravessar o Pacífico, permitindo assim, a realização simultânea de 80 milhões de videoconferências de alta definição entre Hong Kong e Los Angeles.

O cabo submarino, chamado de PLDC (Pacific Light Cable Network), será ainda um dos mais longos do mundo, com 12,8 mil quilômetros. A sua construção iniciará ainda neste ano e deverá ficar pronto em 2018, de acordo com o PLDC e o TE SubCom em outro comunicado.

"É especialmente gratificante que as empresas de tecnologia mundiais como Google e Facebook se tornem em co-investidoras do PLNC", disse Wei Junkang, presidente do Conselho de Administração de PLDC.

"Com o crescente número de pessoas que utilizam os aplicativos e serviços do Facebook na região, PLNC ajudará a conectar melhor Ásia e nossos centros de dados nos Estados Unidos", argumentou.

A estrutura do cabo é composta por cinco pares de fibra óptica, cada par possui capacidade de trafegar 24 terabits por segundo. O Google diz ainda que cada empresa que investiu no projeto terá uma quantidade de cabo para tráfego exclusivo.

O valor do investimento não foi informado. No entanto, quando foi anunciada no ano passado, ainda sem os nomes de Google e Facebook envolvidos, estimava-se que a obra saísse em torno de US$ 400 milhões.

Mais sobre: google facebook internet
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar