Lenovo anuncia a demissão de mais de mil funcionários

Nos últimos dois anos houve cortes de 200 e 500 pessoas em diferentes momentos.

Por | @RafaelaPozzebon Negócios

Nesta terça-feira (27), a Lenovo confirmou a redução de sua força de trabalho. Com isso, a demissão atinge cerca de 2% de seus colaboradores, com a grande maioria centrada na divisão mobile, ou seja, a “antiga Motorola”.

Lenovo anuncia a demissão de mais de mil funcionários
Lenovo demite nova leva de funcionários. Iniciativa tem como objetivo manter a empresa saudável.  Grande parte dos demitidos integrava a divisão mobile, a chamada antiga Motorola.     

 

Leia também:

Desta vez, mais de mil funcionários foram dispensados. Nos últimos dois anos houve cortes de 200 e 500 pessoas em diferentes momentos. De acordo com a empresa, as demissões foram necessárias levando em consideração o ponto de vista econômico e fazem parte do processo de integração da Motorola no negócio de smartphones da Lenovo.

De acordo com rumores internos, existe a possibilidade da Lenovo acabar com a sua sede em Chicago, nos Estados Unidos, onde  a Motorola nasceu. Assim, a companhia iria mover parte dos funcionários para a sua própria sede americana na Carolina do Norte e também para a China. Porém, a Lenovo negou os rumores.

“A Lenovo está absolutamente comprometida com Chicago e planejamos manter nossa sede da Motorola Mobility na cidade. Chicago tem uma merecida boa reputação por sua excelência técnica e por ser um hub global de pesquisa e desenvolvimento para nosso negócio de smartphones. Esperamos aproveitar o talento local para continuar criando produtos da marca Moto por lá”, disse a empresa em comunicado.

De acordo com a Lenovo, a empresa ainda está fazendo ajustes em outras áreas, e não apenas na divisão mobile. A iniciativa faz parte dos esforços para manter a companhia forte no mercado.

Mais sobre: lenovo, motorola, mobile
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.