Google terá mais tempo para responder acusação da UE

O Google poderá levar multa de até 7,4 bilhões de dólares, ou 10% dos seus lucros globais caso for considerado culpado por ter infringido as regras da UE.

Por | @RafaelaPozzebon Tecnologia

O Google recebeu o direito de ter mais duas semanas para responder as acusações antitruste que foram feitas pela União Europeia. De acordo com os acusadores, a companhia utiliza o seu sistema operacional móvel Android para bloquear os competidores.

Google terá mais tempo para responder acusação da UE
Google está sendo acusada de obrigar as fabricantes que utilizam o seu sistema operacional de inserir o seu navegador e outros aplicativos em aparelhos que saem de fábrica. Empresa terá mais tempo para responder acusações.

Leia também:

Em abril, o regulador de competições da UE acusou a gigante de tecnologia de prejudicar os seus clientes já que exige que os fabricantes de celulares instalem previamente o Google Search e ainda o navegador Chrome nos dispositivos para que possam acessar os demais aplicativos do Google.

O prazo do Google, inicialmente, para responder as acusações era de 27 de julho, mas a empresa pediu prorrogação para 7 de setembro.

"Sobre o Android, o prazo final fixado pela Comissão para uma resposta após o pedido de extensão feito pelo Google é 20 de setembro", disse um porta-voz da Comissão Europeia em email.

O Google poderá levar multa de até 7,4 bilhões de dólares, ou 10% dos seus lucros globais caso for considerado culpado por ter infringido as regras da UE.

Além disso, a empresa ainda enfrenta acusações de favorecimento de seu serviço de compras nos resultados de buscas realizados na internet e ainda o bloqueio de competidores em anúncios em buscas online.

Pelo visto, o Google terá que ter bons argumentos para se safar de todas as acusações. Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.

Mais sobre: google, chrome, smartphones
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários