Polícia realiza buscas em escritório do Google

A operação, segundo os procuradores, reuniu 25 especialistas em tecnologia da informação, e ainda a unidade anticorrupção da polícia francesa.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Nesta terça-feira (24), a Polícia francesa realizou buscas nos escritórios do Google em Paris. A investigação está relacionada à fraude fiscal e lavagem de dinheiro.

"A investigação visa descobrir se a Google Ireland Ltd. tem uma base permanentemente na França e se, ao não declarar algumas de suas atividades em solo francês, falhou com suas obrigações fiscais, particularmente em relação aos impostos corporativos e sobre valor agregado", afirmou a promotoria fiscal francesa, em comunicado.

Polícia realiza buscas em escritório do Google

Leia também:

A operação, segundo os procuradores, reuniu 25 especialistas em tecnologia da informação, e ainda a unidade anticorrupção da polícia francesa.  "Essas buscas são resultados de uma investigação preliminar aberta em 16 de junho de 2015 sobre fraude fiscal grave e lavagem de dinheiro organizada, após uma denúncia de autoridades fiscais", disse a promotoria. 

A sede na União Europeia (UE) do Google está localizada em Dublin, onde as taxas estão entre as menores da Europa. A empresa limitou-se a dizer que cumpre as leis francesas e está cooperando com as autoridades.

As autoridades iniciaram as buscas no escritório de paris às 5h e se estendeu pela tarde. Conforme uma fonte do Ministério das Finanças, o país estima que o Google possa ter deixado de pagar cerca de 1,6 bilhão de euros em impostos, utilizando manobras para poder reduzir o pagamento de taxas.

O Google e também outras empresas de tecnologia americanas costumam instalar suas filiais europeias na Irlanda ou em paraísos fiscais, como Luxemburgo.

Vale lembrar que em janeiro o Google aceitou pagar 130 milhões de libras esterlinas em impostos devidos à Inglaterra, o que acabou causando muitas críticas de legisladores, que consideraram o acordo “ridículo”, levando em consideração os negócios da empresa.

Mais sobre: google policia tecnologia
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter