Várias falhas de segurança são encontradas no núcleo Ubuntu

Os 15 problemas encontrados foram corrigidos. Nenhum deles era de extrema gravidade, o mais sério deles, o CVE-2015-8767, que permite que o computador seja comandado remotamente.

Por Segurança digital Pular para comentários

Falhas de segurança foram identificadas no kernel (núcleo) do Ubuntu, que é desenvolvido pela Canonical. No total, 15 problemas estavam afetando as edições 12.04, 14.04 e 15.10 do sistema operacional. A boa notícia é que eles podem ser corrigidos com uma atualização do componente.

As falhas foram descritas em avisos de segurança do Ubuntu, que apresentam os riscos de continuar usando o sistema operacional sem a devida atualização. Os problemas foram descobertos por desenvolvedores e hackers de Linux.

Canonical disponibiliza atualização se seu sistema operacional. Versões do Ubuntu contavam com várias falhas de segurança.
Canonical disponibiliza atualização se seu sistema operacional. Versões do Ubuntu contavam com várias falhas de segurança.

Os 15 problemas encontrados foram corrigidos. Nenhum deles era de extrema gravidade, o mais sério deles, o CVE-2015-8767, que permite que o computador seja comandado remotamente, dando chances ao invasor de travar toda a máquina. As outras brechas não são consideradas portas de entrada para invasores, apenas permitem que informações possam ser surrupiadas por hackers.

A Canonical esclarece que para corrigir o problema é necessário realizar a atualização do sistema. O processo é bastante simples, basta que seja usado um comando dentro do Terminal para dar ordem de pedido do update: sudo apt-get update && sudo apt-get dist-upgrade

O comando acima irá fazer com que se inicie o processo de atualização do Ubuntu. Assim, o sistema operacional irá buscar por pacotes atualizados em repositórios de confiança para vários aplicativos e recursos, bem como ampliar as modificações oficiais do kernel que são feitas pela Canonical.

Compartilhe com seus amigos:
Rafaela Pozzebom
Rafaela Pozzebom Graduada em Letras pela UFSM e especialista em Tecnologias da Informação e da Comunicação aplicadas à educação
FACEBOOK //
Quer conversar com o(a) Rafaela, comente:
Carregar comentários
Quantos celulares a Motorola tem em linha?
5(15,54%)
10(56,84%)
15(11,72%)
20(7,99%)
26(7,90%)