Facebook venceu ação judicial contra empresa que usava mesmo nome na China

A empresa Zhongshan Pearl River, da província de Guangdong, não devia ter sido autorizada a usar a marca, de acordo com o tribunal.

Por | @oficinadanet Redes sociais

O Facebook venceu uma ação judicial na China contra uma empresa que usava o seu nome. Em 2014, as autoridades chinesas autorizaram uma fábrica de bebidas a registrar a marca “face book” para produtos comestíveis, porém, uma liminar fez com que a governo revisse a decisão.

Na verdade, a Zhujiang Beverages, que vende produtos como bebidas a base de leite e mingau, tinha registrado a marca "lian shu", cuja tradução literal para o inglês é "Face Book". A empresa chinesa, conforme o The Wall Street Journal, disse que deveria ter o direito da marca não apenas por ter registrado em 2011, mas porque, mesmo que “lian shu” possa ser traduzido para o inglês como “Face Book”, o nome se refere a um tipo de máscara de desenho intricado, usado para representar personagens históricos da ópera tradicional chinesa.

Facebook venceu ação judicial contra empresa que usava mesmo nome na China
Acesso à rede social de Mark Zuckerberg na China não é permitido pelo governo.

Leia também:

A fábrica acabou recorrendo, no entanto, o Tribunal Popular Superior de Pequim indicou através de um comunicado, nesta segunda-feira (09), que negou o concurso.

De acordo com o tribunal, a empresa Zhongshan Pearl River, da província de Guangdong, não devia ter sido autorizada a usar a marca. O uso “atenta contra os valores intrínsecos das marcas registradas e perturba os procedimentos normais de registros comerciais”, disse o comunicado , que foi emitido no mês passado.

A decisão não foi comentada pelo Facebook. Vale lembrar que a rede social está bloqueada há anos na internet chinesa, bem como outros tantos sites estrangeiros, como o Google e o New York Times.

Usuários do Weibo, rede social chinesa, atribuíram a vitória do Facebook como uma importante aproximação de Mark Zuckerberg com as autoridades chinesas. Será que a chegada da rede social no país está próxima? Fica a pergunta no ar. 

Mais sobre: facebook china processo
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo