YouTube não irá mais permitir vídeos diretamente da webcam em 2016

Para as versões de celulares e tablets, o aplicativo continuará permitindo a gravação e também publicação de vídeos feitos a partir das câmeras dos dispositivos.

Por | @RafaelaPozzebon Tecnologia

A partir do próximo ano, não será mais possível gravar e fazer upload de vídeos com a webcam a partir do YouTube. A novidade começa a valer em 16 de janeiro. O recurso será descontinuado em razão de ser pouco usado e também por depender de tecnologias que não são mais suportadas.

Porém, para quem era acostumado usar a webcam para produzir os seus vídeos terá a disposição aplicativos próprios para isso, como o Câmera Windows 10 e o Photo Booth, do Mac OS.

YouTube não irá mais permitir vídeos diretamente da webcam em 2016
A partir de 2016, usuários não contarão mais com o recurso de produção de vídeos através da webcam.  Flash deverá ser descontinuado após a adoção integral do HTML 5.

Leia também:

Vale notar que a mudança não irá alterar os aplicativos móveis do YouTube. Para as versões de celulares e tablets, o aplicativo continuará permitindo a gravação e também publicação de vídeos feitos a partir das câmeras dos dispositivos.

A função que permite a captura e também upload do vídeo a partir da webcam através do site do YouTube é feita através do Flash, da Adobe. Assim sendo, como o YouTube pretende adotar de vez o HTML5, e abandonar o Flash, a manutenção do serviço se tornaria inviável.

Como desvantagem, com o recurso o vídeo ficava online assim que terminava de ser gravado, sem a necessidade de tempo de upload.

O YouTube é um dos serviços em que as pessoas passam mais tempo.  Cada sessão de vídeo no site dura em média 40 minutos. Atualmente, a plataforma conta com cerca de 1 bilhão de usuários. 

Mais sobre: youtube, google, videos
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários