Novo golpe usa Starbucks para roubar informações no WhatsApp

Na primeira etapa do golpe, é solicitado que o usuário compartilhe a mensagem com outros dez contatos do WhatsApp para que possa receber o bônus. Após isso, várias perguntas pessoais são feitas.

Por | @oficinadanet Segurança digital

Especialistas de segurança detectaram um novo golpe que está vitimando usuários do WhatsApp. O golpe consiste no envio de um cupom falso de R$ 500 através do mensageiro para ser usado na rede de cafeterias Starbucks. Para pegar a recompensa o usuário precisa fornecer vários dados pessoais, que poderão ser usados pelos cibercriminosos no futuro.

A recente ação já foi reportada pelas empresas de segurança digital Kaspersky e ESET.

Na primeira etapa do golpe, é solicitado que o usuário compartilhe a mensagem com outros dez contatos do WhatsApp para que possa receber o bônus. Após isso, várias perguntas pessoais são feitas.

Novo golpe usa Starbucks para roubar informações no WhatsApp

Leia também:

“Se o usuário já realizou a confirmação, deve ficar muito alerta, pois estes dados podem ser usados para enviar outros elementos maliciosos, como spam, phishing ou malware”, avisou Dmitry Bestuzhev, diretor da equipe de pesquisas e análises da Kaspersky Lab.

O texto está em inglês, porém, de acordo com a localização da vítima, a moeda é atualizada.

Novo golpe usa Starbucks para roubar informações no WhatsApp
Promoção falsa veiculada pelo WhatsApp.

Toda a ação não está restrita ao WhatsApp, assim, quando o link indicado na mensagem é acessado através de um navegador, comandos no site falso acabam detectando o usuário do navegador e mostram uma página de suporte também falsa. Para completar o golpe, há até um telefone de contato dos Estados Unidos com um falso atendente na linha.

“As chances de sucesso desses cibercriminosos é muito grande. Isso porque muitos brasileiros não se preocupam em compartilhar seus dados pessoais na internet, nas redes sociais e em aplicativos móveis. As pessoas costumam pensar que esse tipo de informação não tem valor”, diz Camillo Di Jorge, gerente da ESET Brasil.

A prevenção a ataques do tipo não são tão simples, já que grande parte das pessoas acredita nas mensagens repassadas por amigos. Por isso, algumas dicas podem ser úteis: Restringir o acesso à foto de perfil, especialmente se ela for usada em outras redes sociais, desativar o WhatsApp em caso de roubo ou perda do aparelho, ocultar informações da última vez que esteve conectado, e por fim, desconfie de mensagens e promoções de seus contatos. 

Mais sobre: whatsapp golpe seguranca
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo