Oficina da Net Logo

Mesmo com crescimento em julho, TV por assinatura ainda está em baixa

A Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) projetou em julho, que a base de assinantes do serviço de TV paga no Brasil deverá ter “crescimento zero” em 2015.

Por | @oficinadanet Tecnologia Pular para comentários

De acordo com dados divulgados na quarta-feira (26) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o número de clientes de serviços de televisão por assinatura no Brasil teve crescimento em julho.

Vale notar que nos três meses antecessores houve uma queda no número de assinantes. No entanto, mesmo com uma melhoria, o crescimento de 0,16% da base de assinantes sobre junho, e de 2,9% sobre o mesmo período do ano passado, ainda não foram suficientes para recuperar o numero de clientes do serviço em relação ao pico eu foi atingido em março.

Mesmo com crescimento em julho, TV por assinatura ainda está em baixa

Leia também: Leia em destaque: Como usar a tecnologia para diminuir a ansiedade?.

A Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) projetou em julho, que a base de assinantes do serviço de TV paga no Brasil deverá ter “crescimento zero” em 2015.

De acordo com a associação, a concorrência de novos serviços de oferta de empresas que trabalham diretamente pela Internet tem mexido com o mercado, porém, ainda não teve grande impacto na base de assinantes do país.

Em junho, o número de assinantes era de 19.605.772, já em julho o número chegou a 19.638.138. Em março, antes dos três meses consecutivos de queda, o numero da base de assinantes era de 19.762.408.

Desde o início do ano as operadoras já estavam sentindo a desaceleração no mercado, frente aos números registrados no ano anterior. A crise econômica no país é um dos fortes indicativos do problema, já que a TV paga costuma ser um dos primeiros serviços a serem cortados quando é necessário uma redução no orçamento familiar. 

MAIS SOBRE: #anatel  #tv  #assinatura
Comentários
Carregar comentários