Oficina da Net Logo

Falha encontrada no Firefox deixa navegador vulnerável

Vulnerabilidade deixava computador expostos ao roubo de informações importante. Falha no Firefox permite que dados dos usuários sejam roubados sem deixar qualquer rastro. O golpe estava sendo aplicado através de um site de notícias russo.

Por | @oficinadanet Segurança digital Pular para comentários

Na quarta-feira (5) o problema foi reportado para a Mozilla, que divulgou uma atualização de segurança para o seu navegador. A falha estava acontecendo no mecanismo responsável por regular o visualizador de PDF. Com isso, era permitida a instalação de um código em Javascript que pesquisava e também copiava informações de segurança dos usuários.

De acordo com a Mozilla, o código foca em arquivos de configuração de extensões e clientes FTP, bem como de informações de contas no Windows. No Linux, ele fica centrado em arquivos que contam com informações de senhas globais, nos diretórios de usuários e scripts.

Falha encontrada no Firefox deixa navegador vulnerávelTodas as versões do Firefox estão comprometidas com a vulnerabilidade, como também o Windows, Linux e Mac. Vale notar que o código não afeta os computadores das Apple, porém, novos ataques que possam mirar no sistema operacional.

No Windows, o malware estava em busca de dados específicos, incluindo arquivos de configuração para vários programas de upload FTP, incluindo o Filezilla, S3 Browser, e clientes de chat como PSI Plus e Pidgin. Um dado importante do golpe é que ele não deixava qualquer tipo de rastro, assim sendo, fica complicado identificar quantas pessoas foram afetadas. Leia em destaque: Aprenda a remover vírus do pendrive.

A Mozilla salienta que o Firefox para Android e também outros produtos da Mozilla que não possuem um leitor de PDF integrado não contam com a falha de segurança e por essa razão estão livres deste ataque.

A companhia já está enviando a atualização para todos os navegadores, porém os usuários que ainda não receberam a notificação de atualização para a versão 39.0.3 podem fazê-la de forma manual acessando o site da Mozilla e baixando novamente o Firefox.

A dona do Firefox aconselha ainda que os usuários alterem as suas senhas e códigos associados a elas. 

Você tem Telegram? Então inscreva-se grátis aqui no canal do Oficina da Net e recebe todas as notícias pelo mensageiro.

MAIS SOBRE: #firefox  #mozilla  #seguranca
Comentários
Carregar comentários