Hackers invadem os sistemas da Hacking Team e descobrem falha gravíssima no Flash

No último final de semana, uma falha gravíssima na plataforma Flash foi descoberta após a empresa italiana de segurança, Hacking Team, ter sido invadida por hackers.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Segundo o site The Verge, a empresa especializada em fornecer serviços de vigilância para órgãos de investigação e inteligência, foi atacada por cibercriminosos e viu 400GB de seus conteúdos serem publicados na internet, mas ao mesmo tempo, não sabiam eles que "graças" a esse ataque, iriam descobrir a existência de uma grave falha no sistema Flash. A descoberta foi denominada como o "Bug de Flash mais lindo dos últimos quatro anos".

A falha permite que hackers possam executar códigos maliciosos em outras máquinas através de um site. O bug atinge celulares e principalmente computadores com Windows, Linux e OS X através de qualquer navegador, seja ele o Internet Explorer, Chrome, Safari, Firefox ou outro. Segundo as informações reveladas pelos criminosos, entre os dados vazados estavam informações de diversas autoridades policiais e divisões de exércitos.

Em nota, a Hacking Team informou o seguinte: "Estamos em perigo; acreditamos que esta é uma situação extremamente perigosa. Antes do ataque, a empresa podia controlar quem tinha acesso à tecnologia que foi comercializada aos governos e as agências governamentais, mas agora, devido à ação criminosa, perdemos a capacidade de controlar quem utiliza a tecnologia que foi perdida. Terroristas e outros podem implantar esta tecnologia a seu favor, se eles tiverem a capacidade técnica para isso".

A Adobe, proprietária do sistema "Flash", informou que já encontrou a falha e diz que já emitiu um alerta, e está trabalhando na correção da vulnerabilidade. Há comprovações que indicam que o "bug ou falha" foi usada em kits de infiltração vendidos pelo "Hacking Team".

Já os pesquisadores da Trend Micro, informaram que não somente o Adobe Flash foi quem apresentou falhas de segurança, programas em diferentes versões do Windows também foram afetados. Assim sendo, recomenda-se que os usuários do sistema Adobe fiquem em alerta para atualizações e patch que possam ser lançados nas próximas semanas, devendo eles manter seus sistemas e programas sempre atualizados.

Mais sobre: Adobe, Flash, Cibercriminosos
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários